14.7 C
Araçatuba
quarta-feira, agosto 10, 2022

Após mais de 250 denúncias, polícia faz operação em investigação de golpe na internet

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Site de vendas na internet e marketplace em redes sociais com oferta de eletrodomésticos, como micro-ondas, geladeiras e principalmente aparelhos de ar condicionado. Os produtos eram oferecidos a preços inferiores aos praticados no mercado. No entanto, tinha um detalhe – os produtos não eram enviados aos compradores. Com 260 boletins de ocorrência registrados denunciando o golpe, a Polícia Civil de Araçatuba iniciou as investigações e nessa quinta-feira (14) desencadeou a Operação Clima Quente para cumprimento de mandados de busca e apreensão. Muitos materiais foram apreendidos e agora farão parte da investigação. A operação é apenas uma etapa do processo de investigação que visa identificar os envolvidos para que as vítimas possam ser ressarcidas. O montante do golpe pode superar R$ 2 milhões.

De acordo com a Polícia Civil, o trabalho começou com o elevado número de boletins de ocorrência envolvendo o crime de estelionato, no qual uma aparente empresa com sítio na internet e marketplace oferecida em plataformas digitais dispunha de anúncios de produtos eletrodomésticos, principalmente aparelhos de ar condicionado. “Referida empresa teria endereço físico (de fachada) neste município. As vítimas faziam aquisição dos aparelhos, pagando, predominantemente, via PIX ou boleto bancário, porém não recebiam os produtos”, disse a polícia por meio de nota.

Segundo o delegado Marcel Basso, do 4º Distrito Policial, responsável pela investigação, o trabalho está em fase inicial. Inicialmente a Polícia Civil acredita tratar-se de Organização Criminosa estabelecida para prática de estelionatos, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. Cinco pessoas foram ouvidas. A informação é de entre os envolvidos há muitos familiares.

Nesta fase a operação mirou apenas o núcleo Araçatuba, mas não está descartada a participação de pessoas de outras cidades. Tudo será apurado a partir da perícia em celulares, computadores, notebooks e documentos apreendidos. 

A reportagem teve conhecimento de uma cliente de Minas Gerais que comprou, em maio, uma geladeira e um micro-ondas pagando R$ 1.785,60. Quando foi informada que os produtos estavam com  a transportadora, não conseguiu rastrear e foi bloqueada pelo vendedor. Ela não recebeu os produtos.

 

A OPERAÇÃO

A operação, coordenada pelo delegado Marcel Basso, teve o apoio da Deic e da Central de Polícia Judiciária. No total foram mobilizados 44 policiais e 11 viaturas.

Durante a operação foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e cinco pessoas foram ouvidas.No entanto, o teor dos depoimentos não foi divulgado.

No cumprimento dos mandados foram apreendidos 15 aparelhos celulares, grande quantidade de cartões bancários, duas porções de maconha, três notebooks, dois aparelhos CPU, um tablet, três máquinas de cartão, quatro relógios de alto padrão, duas pulseiras aparentemente de ouro, três motocicletas, dois veículos e vários documentos. Os materiais serão periciados, pois podem conter informações úteis à investigação da polícia. 

VALOR – Durante a operação foram apreendidos celulares, cartões e relógios de luxo, entre outros

Ultimas Noticias