PREVENÇÃO - Imunização foi realizada na tarde da última sexta-feira na Aldeia Icatú, em Braúna

112 índios de aldeia em Braúna são vacinados contra a covid

Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – BRAÚNA

Cento e doze indígenas da aldeia indígena Icatu, localizada em Braúna, foram vacinados contra a Covid-19 na última sexta-feira. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o número corresponde a índios maiores de 18 anos, os quais podem ser vacinados. No total, a única aldeia da região tem 150 pessoas.

Os índios imunizados receberam doses da coronavac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. A vacinação começou às 14h30 e terminou às 20h, sendo acompanhada por representantes da Direção Regional de Saúde (DRS-2), além de duas enfermeiras que atendem no local.

SEGURANÇA

A escolta das doses foi feita por policiais militares do CPI-10 (Comando de Policiamento do Interior).

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL apurou que oito agentes de saúde se deslocaram até a aldeia e realizaram a vacinação em uma escola no local.

O local abriga índios das etnias caingangue e terena. Desde o começo da pandemia de coronavírus, 11 indígenas foram contaminados pela Covid-19, mas todos se recuperaram, apesar que muitos precisaram ficar internados, alguns até mesmo na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Por meio de uma nota, a Polícia Militar informou que tem uma missão constitucional para levar paz e esperança à toda população, sem diferença de credo, seco, cor e raça. “Mais uma vez a instituição mostrou isso e escoltou as vacinas contra o novo coronavírus até a aldeia indígena de povos caingangues e terenas. Todos foram vacinados contra a Covid-19”, continuou.

Por fim, a PM agradeceu pela parceria. “Foram momentos especiais em que policiais militares do Segundo Batalhão de Polícia Militar do Interior, pertencente ao Comando de Policiamento do Interior Dez, puderam fazer a diferença à população indígena de nossa região”, concluiu.

A chegada de novas doses de vacina contra a doença até Araçatuba ocorreu com escolta do Batalhão de Choque da capital paulista. A partir do momento que a vacina tem que ser transportada para outras cidades pertencentes à região administrativa da cidade, os policiais militares da própria localidade são responsáveis pela chegada em segurança do imunizante.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Fase vermelha começa hoje em SP e empresários de Araçatuba já se preparam para possível prorrogação

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA Tem início hoje a fase vermelha em todo o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *