Home Cidades Andradina Santa Casa recebe posto do cartório para cadastramento biométrico

Santa Casa recebe posto do cartório para cadastramento biométrico

3 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

A revisão biométrica obrigatória em 2019, abrange 478 municípios paulistas e iniciou-se no dia 4 de fevereiro, com término previsto para o mês de dezembro deste ano. Eleitores de 478 municípios, devem cadastrar a biometria no prazo definido, sob pena de pagamento de multa e cancelamento do título. Dentre eles, Andradina, que até o momento não atingiu a meta do cadastro biométrico.
Pensando na comodidade de seus colaboradores, a Santa Casa de Andradina em parceria com o Cartório Eleitoral local, instalou um posto de atendimento em suas dependências para a realização do cadastro biométrico.
“São profissionais que tem uma jornada intensa de trabalho, essa ação vai permitir que eles fiquem em dia com a Justiça Eleitoral”, afirmou o superintendente da Santa Casa de Andradina, Sebastião Sérgio da Silva.
O procedimento envolve a coleta das impressões digitais, fotografia e assinatura digitalizada de cada pessoa, além da atualização dos dados no cadastro. É necessário o prévio cadastramento no sistema para que o eleitor seja identificado por meio da digital nas eleições.

Segundo a atendente da unidade, Elizangela Moraes de Oliveira, o cadastro é simples e rápido de ser realizado. “Com a parceria com a Santa Casa, o colaborador consegue fazer a biometria e verificar alguma possível pendência com a Justiça Eleitoral, além de transferência de título”, finaliza Elizangela.

Para realizar o cadastro, o eleitor deve portar, RG, CPF, Título de Eleitor e comprovante de residência. Na Santa Casa de Andradina, o Posto Eleitoral, estará à disposição dos colaboradores, até as 18h do dia 5 de julho, sexta-feira, no Núcleo Administrativo.

A biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. Acoplado à urna eletrônica, o leitor biométrico confirma a identidade de cada pessoa por meio das impressões digitais, armazenadas em um banco de dados da Justiça Eleitoral e transferidas para as urnas eletrônicas.

 


Compartilhe esta notícia!