13.5 C
Araçatuba
terça-feira, maio 17, 2022

Presidiário mata a própria esposa durante visita

DA REDAÇÃO – MIRANDÓPOLIS

No domingo (13), o presidiário Wellys Lopes Ribeiro, 35 anos, matou a própria esposa, Patrícia Santos Damas Ribeiro, 31 anos, durante visita. O crime foi na Penitenciária Nestor Canoa, a P I, de Mirandópolis. Wellys cumpre pena por tráfico de drogas e foi autuado em flagrante por feminicídio. Ele foi levado para outra sela. Esta foi a segunda morte de visita no sistema prisional paulista.  No dia 13 de fevereiro, na Penitenciária II de Presidente Venceslau, um detento também matou a esposa. Nos dois casos os assassinos enforcaram as mulheres. No caso de Mirandópolis, antes de matar o marido raspou a cabeça da mulher. Já em Presidente Venceslau, o detento jogou o corpo no pátio – piso inferior.

Os policiais penais relataram que a mulher foi a única que não deixou o raio 1 da unidade logo após o término de visitas. Isso gerou suspeita de que havia algo errado. Poucos instantes depois, o preso informou que ela estava morta dentro da cela, enquanto outros detentos levaram o corpo, protegido por um lençol.

A Polícia Civil foi acionada e uma equipe da Polícia Científica esteve no local para perícia. Há informações de que o detento confessou o crime à Polícia Civil e disse que estava sendo traído.

 

Ultimas Noticias