ENTREVISTA - Novo prefeito de Nova Independência, Fernandinho (PTB), fala à SRCTV sobre intenções de sua futura administração

Novo prefeito promete investimento privado de até R$ 150 milhões para geração de empregos

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – NOVA INDEPENDÊNCIA

 

O prefeito eleito de Nova Independência, Fernando Macchi Santana, o Fernandinho (PTB), afirmou em entrevista à SRCTV, Nova Rádio Andradina e FM Cidade, que já tem conversas adiantadas com um empresário para investimentos que podem chegar a R$ 150 milhões no município. O objetivo é o de gerar empregos durante os seus quatro anos de gestão.

Fernandinho comentou que tentará gerar empregos através das duas usinas, Ipê e Virálcool, já que, segundo ele, a maior parte dos trabalhadores são de outros municípios.

Com mais de 57% dos votos válidos, Fernandinho derrotou a atual prefeita Thauana Duarte (PSDB) nas eleições ocorridas no último dia 15 de novembro. Ele afirma estar preparado para o cargo pela sua vasta experiência no serviço público, muito embora jamais tenha ocupado um cargo mediante votação no executivo ou legislativo.

“Eu com 18 anos já fui candidato a vice-prefeito em Monte Castelo, na gestão passada fui candidato a prefeito, perdemos por uma diferença de 130 votos, mas tenho experiência em gestão pública, já trabalhei na prefeitura de Nova Independência. Eu fui chefe de gabinete, fui do departamento de compras, fui fiscal geral, fui chefe de parte da saúde, fui do departamento agrícola, de tudo eu fiz um pouquinho. Estou preparadíssimo para assumir a prefeitura”, afirmou Fernandinho.

De acordo com o prefeito eleito, a equipe de transição está pronta e ele aguarda apenas a montagem da equipe por parte da atual prefeita Thauana para iniciar o processo.

“Fizemos uma campanha muito limpa, muito linda. Eu serei prefeito de todos, e não só de quem votou em mim. Estou aqui para somar com todos”, prometeu.

Aumento para servidores

Ele acredita que os servidores públicos precisam de um aumento salarial e planeja a realização de concursos públicos no município para a contratação de novos funcionários.

“Precisamos fazer uma reestruturação salarial para os funcionários porque não está legal a coisa lá, a gente vem muito defasado. Temos que fazer um concurso público porque já faz duas ou três gestões que não se faz um concurso público. Temos departamento agrícola para ser acertado, que não funciona, social não funciona, a educação está funcionando, mas tem que ser muito melhor, a saúde tem sempre que ser muito melhor. A arrecadação nossa é muito boa, não tem como não fazer um governo bom”, explicou Fernandinho Santana ao falar sobre suas prioridades de governo.

Investimento

Durante a entrevista, o prefeito eleito deu ênfase à geração de empregos e revelou ter conversas adiantadas com um empresário para a chegada de novas empresas em Nova Independência com investimentos milionários. A intenção, segundo ele, é ter mais opções de vagas de trabalho para os moradores do município.

“Eu tive reunião com um empresário da região, e está quase certo de investimento em um valor de R$ 100 a R$ 150 milhões na cidade para gerarmos empregos. Nós precisamos muito, emprego hoje está muito defasado na cidade”, afirmou.

Sobre as usinas Ipê e Virálcool, Fernandinho Santana espera que, em sua gestão, as empresas passem a contratar mais moradores de Nova Independência. Ele também pretende aumentar a população atraindo trabalhadores da usina Ipê para morarem na cidade.

“Nós temos muito poucos empregos gerado pela usina (Ipê) dentro da cidade, direto ou indireto. Nós precisamos que a usina esteja junto com a gente nesta administração, porque não vamos medir esforços para irmos atrás deste pessoal e dar emprego para o nosso povo. E queremos trazer esse pessoal que trabalha na usina para morar na cidade, vamos ver o que podemos fazer neste sentido, porque eu quero ver uma Nova Independência”, disse o prefeito eleito.

CDP

Fernando Santana não viu com bons olhos a chega do CDP (Centro de Detenção Provisória) em Nova Independência e planeja pediu auxílio do governo para a manutenção do local.

“Se o governo deu uma penitenciária ele tem que dar condições para a gente atendê-la”, enfatizou, afirmando ainda que a cidade não estava preparada para receber o CDP.

Oposição forte

Entre os 9 vereadores eleitos para a Câmara Municipal de Nova Independência, apenas 4 farão parte da base de sustentação do governo de Fernandinho em Nova Independência a partir de 2021. Os parlamentares Geraldo (PV), Denise Coimbra (PTB), Junior JB (PTB) e Zé Direne (Cidadania) foram os únicos eleitos na coligação “A Hora É Essa – Unindo Forças Por Uma Nova Independência Melhor”. Os outros 5 eleitos prometem ser de oposição: Pipa Carmona (DEM), Sonia Teixeira (MDB), Gula (MDB), Dárcio (DEM) e Ju Duarte (DEM). Apesar disso, Fernandinho não crê que terá problemas para governar.

“Isso não vai ser problema porque vocês podem ter certeza, nós temos humildade, respeito pela população, pelos 9 vereadores eleitos e por todos os candidatos. Você pode ter certeza, administrarei com os 9. Ou nós fazemos ‘a administração’ ou vai ficar difícil da gente trabalhar”, projetou o prefeito eleito Fernando Macchi Santana. (Colaborou SRCTV, Nova Rádio Andradina e FM Cidade)


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Andradina vai começar a vacinação de idosos a partir de 75 anos

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Nesta terça-feira (9) a Secretaria de Saúde da Prefeitura …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *