ENTREVISTA - Nivaldo Franco Bueno (à esquerda) entrevista Mário Celso Lopes, prefeito de Andradina

Mário Celso faz balanço do início de governo e projeta iniciativas futuras

Compartilhe esta notícia!

ANTONIO CRISPIM – ANDRADINA

O prefeito de Andradina, Márcio Celso Lopes (PSDB), eleito com mais de 78% dos votos, uma marca histórica na cidade, concedeu entrevista ao SRC em Andradina para falar sobre os 100 primeiros dias de governo e os projetos futuros. A entrevista, com mais de uma hora de duração, será transmitida hoje, a partir das 17h30, pela SRCTV (canal 17.1 e 317 na Sky), FM Cidade, Nova Rádio Andradina e Jovem Pan FM, além de cobertura completa de O Liberal Regional. Na entrevista, conduzida pelo jornalista e presidente do SRC, Nivaldo Franco Bueno, Mário Celso fala como enfrentou a pandemia, suas ações administrativas e estudos em desenvolvimento. A entrevista teve a participação das equipes de todos os veículos do SRC e direção de produção de Marcelo Rocha.

Natural de Andradina, Mário Celso disse que chegar à prefeitura era um desafio, pois queria levar para o setor público a sua experiência e visão do setor privado. Disse que levanta por volta de 5 horas e se deita após a meia noite. Procura acompanhar tudo de perto, mas destaca o trabalho e comprometimento de sua equipe.

A entrevista é uma oportunidade para a população de Andradina saber o que está sendo feito na administração e como pensa o prefeito e o que quer fazer. Na saúde, por exemplo, explicou os motivos que o levaram a transferir o Centro de Atendimento Covid para a UPA, potencializando o serviço e reduzindo custos. Além do desejo de construir o Hospital Municipal, que será o ponto de partido para a Faculdade de Medicina. A educação merece atenção especial, cuidado da estrutura física, do modelo pedagógico e da alimentação das crianças.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Araçatuba registra 100 novos casos e tem diminuição de ocupação em UTI

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Araçatuba teve 7 mortes e mais 100 novos casos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *