8.2 C
Araçatuba
quarta-feira, maio 18, 2022

EM REUNIÃO, VIA RONDON MANTÉM DECISÃO DE ‘FECHAR’ MARGINAL

Na tarde de ontem, a prefeita de Andradina, Tamiko Inoue, acompanhada de Cláudio Gotardo (secretário do Meio Ambiente), Ernaldo Calvoso (secretário de Obras e Infraestrutura), Sérgio Fonseca (da Secretaria de Negócios Jurídicos) e o jornalista Salvador Placco Neto, esteve em Lins para reunião com a direção da Via Rondon para tratar do fechamento da marginal da Rodovia Marechal Rondon, que comprometeu o funcionamento de quatro empresas. No entanto, o resultado da reunião não foi satisfatório. A Via Rondon reafirmou que está apenas cumprindo a legislação e que tomou tal iniciativa para evitar que fosse autuada. Na avaliação da comissão andradinense, na esfera administrativa não terá solução. Agora, a Prefeitura aguarda decisão da Justiça e vai levar o caso à Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).
Como O LIBERAL REGIONAL divulgou na edição de domingo, na sexta-feira funcionários da Via Rondon fecharam trecho da via marginal e o isolaram da pista da Rodovia Marechal Rondon. Com esta medida, quatro empresas instaladas no local há muito tempo ficaram sem acesso. Na segunda-feira a Prefeitura ajuizou ação civil pública com pedido de liminar. O juiz pediu parecer do Ministério Público. Uma decisão pode sair nesta quarta-feira.

REUNIÃO
Os secretários Cláudio Gotardo e Sérgio Fonseca disseram que a Via Rondon se mantém irredutível quanto ao fechamento. “Nos disseram que a via marginal está na faixa de domínio e que poderiam colocar o guard-rail junto ao alambrado das empresas”, disseram os secretários municipais, que já estão até mesmo questionando o projeto inicial da duplicação da rodovia, que penalizou Andradina com poucos acessos e ignorou que empresas já estavam instaladas.
Para eles, a situação precisa ser bem esclarecida, pois há algum tempo foi apresentado projeto de conclusão da via marginal. Agora informam que é área de domínio da rodovia. “Além disso temos muitas obras previstas no contrato de concessão e que não foram executadas”, disseram. A prefeita Tamiko Inoue está agendando reunião na Artesp para tratar da questão.

ANTÔNIO CRISPIM
Araçatuba

Ultimas Noticias