ATENDIMENTO - Santa Casa precisa de retaguarda para garantir atendimento à nova demanda

Cidades ficam sem referência em três especialidades e Santa Casa espera transferência de teto

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

No mês de setembro o Hospital de Mirandópolis encerrou atendimentos nas especialidades de: obstetrícia, ortopedia e pediatria. Com isso, as cidades que eram referenciadas na unidade, ficam sem cobertura e os pacientes passaram a ser encaminhados pela Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde) para unidades disponíveis.
Os municípios que eram referenciados em Mirandópolis são: Guaraçaí, Lavínia, Mirandópolis, e também Castillo, apenas na especialidade obstetrícia.
“Assim, os pacientes passaram a ser regulados pelo sistema Cross para os hospitais da região, o que causou aumento significativo no volume de atendimento no Hospital de Andradina”, disse a Santa Casa de Andradina por meio de nota.
“Fato é, que a Santa Casa de Andradina não consegue absorver toda a demanda existente sem que haja aumento da estrutura, contratação de médicos, enfermeiros, e demais profissionais, além de novos equipamentos e serviços complementares”, acrescenta a nota.
“Com isso, a DRS II de Araçatuba, esta coordenando o trabalho de transferência de teto financeiro para que seja possível a readequação e posterior atendimento aos demais municípios, como é o caso de Castilho que já houve a manifestação de transferência de teto financeiro e terá os atendimentos direcionados para a Santa Casa de Andradina. Já para os municípios que são de referência, A Santa Casa de Andradina, mantém de forma regular”, conclui a nota da Santa Casa de Andradina.

 

Veja também

Araçatuba bate novo recorde de infecções em 24 horas pela Covid-19

Araçatuba bateu novo recorde de casos positivos de Covid-19 em apenas 24 horas. Foram constatadas …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *