Andradina eleva a renda e estimula geração de emprego com venda de matadouro

A prefeita Tamiko Inoue assinou o contrato de venda do matadouro municipal na desta sexta-feira (01). A negociação, que teve Lei aprovada pela Câmara Municipal, é uma estratégia de maior eficiência pública, onde a administração pode direcionar a atenção a áreas mais prioritárias como educação, saúde, infraestrutura e serviço social, dando oportunidade à iniciativa privada de maiores investimentos no local promovendo a geração de emprego e renda.

A previsão é de geração de 100 novos postos de trabalho para a abertura e ampliação nos próximos meses. De acordo com a lei aprovada durante 20 anos a empresa terá obrigatoriedade de atuar no mesmo ramo. Localizado na estrada municipal ADD 247, próximo ao entroncamento da SP-300 (Rodovia Marechal Rondon) com a SP-563 (Rodovia Integração) a área foi arrematada em concorrência pública por R$ 628 mil pela empresa Cilso Silvano de Souza. O contrato prevê o parcelamento em 24 meses.

É um investimento importante, principalmente neste atual momento econômico. Estamos criando condições para uma cidade cada vez mais desenvolvida”, comentou Tamiko.

Participaram do ato do contrato vários vereadores, além do secretário de Gestão Parlamentar e Fiscal, Toni Fonzar e o veterinário coordenador do CCZ, Aziz Abdelnour.

O investidor Cilso Silvano de Souza (Tula), que estava acompanhado do filho Ricardo Silvano de Souza e do advogado Gustavo Barbaroto Paro, é andradinense e tem mais de 50 anos no mercado de carnes, sendo proprietário de empresa familiar na área.

“A intenção é ampliar o projeto, sempre em busca de oferecer um produto de qualidade. Os produtores de Andradina também receberam muito bem a notícia e veem um futuro promissor para o mercado”, comentou Tula.

Segundo explica o secretário de Agricultura, José Henrique Patorelli, o novo empreendimento pode conseguir o selo do Sistema de Inspeção do Ciensp (Consórcio Intermunicipal do Extremo Noroeste de São Paulo), e atender 19 municípios consorciados. “Estamos também buscando a certificação do SISBI (Sistema Brasileiro de Inspeção) e o atendimento poderá ser feito em todo território nacional”, comenta Patorelli.

Da Redação

Veja também

Guto Marão é eleito presidente da Câmara

DA REDAÇÃO – ANDRADINA Em eleição realizada na noite desta segunda-feira (29), durante a última …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *