Polícia Civil investiga latrocínio em hotel no centro de Araçatuba

Compartilhe esta notícia!

A Delegacia de Homicídios de Araçatuba abriu inquérito para investigar um suposto latrocínio, o roubo seguido de morte, de Elenilson da Silva Ramos, de 45 anos, morador em Presidente Prudente. A vítima foi encontrada morta pela camareira de um hotel localizado na rua Olavo Bilac, no centro de Araçatuba, no início da noite de quinta-feira (6).

Segundo informações do boletim de ocorrência, o proprietário do hotel relatou que a funcionária notou o corpo do homem debaixo da cama ao fazer a limpeza no quarto. Diante disso foi acionada uma equipe da Polícia Militar, que isolou a área até a chegada dos policiais civis e da perícia técnica.

O corpo de Elenilson estava sem nenhuma roupa, além de não haver nenhum pertence dele no quarto. O rosto apresentava sangramentos no nariz e na boca, havia um pedaço de plástico vazio, típico de embalar drogas, bem como uma lata de cerveja dobrada e com um furo, apresentando a parte do meio queimada, o que é muito comum para fumar crack.

No banheiro foram encontrados alguns pedaços de papéis rasgados, que foram apreendidos para serem analisados. As imagens das câmeras de segurança do hotel mostraram que no dia anterior, por volta das 14h40, a vítima e outro homem discutem muito na calçada, entram no estabelecimento e vão para o quarto. Algumas horas depois, outro homem chega e se hospeda em outro quarto, que foi pago por Elenilson. Cerca de 30 minutos depois, os dois suspeitos deixam o hotel portando a mochila usada pela vítima.

Ambos não foram encontrados até o fechamento dessa edição. A Polícia Civil continua com as investigações e trabalha com a hipótese de latrocínio. O corpo de Elenilson foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) e passou por exame necroscópico. O laudo deverá ficar pronto em até 30 dias.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

PM prendem dupla após roubo a residência

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – BIRIGUI Noite de sexta-feira, policiais militares de Birigui prenderam dois …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *