Home Plantão Policial Justiça de Araçatuba condena dupla apontada como chefe do tráfico

Justiça de Araçatuba condena dupla apontada como chefe do tráfico

3 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

A Justiça de Araçatuba condenou dois homens apontados como chefes do tráfico de drogas no bairro Claudionor Cinti. A prisão da dupla ocorreu em setembro do ano passado. A sentença foi proferida pelo juiz de direito Emerson Sumariva Junior, da 3ª Vara Criminal.

O primeiro réu Alan Patrick da Silva foi condenado a 13 anos e seis meses de prisão por tráfico de drogas. Ele já possui diversas passagens criminais, inclusive na época em que foi detido era procurado pela Justiça por tentativa de homicídio.

Já o comparsa dele, apontado como braço direito, Gerson Garcia Neto, foi condenado a sete anos de prisão. Os dois deverão cumprir a pena no regime fechado.

PRISÕES

Conforme denúncia do Ministério Público, Alan e Gerson foram presos em setembro de 2019 no bairro Morada dos Nobres por uma equipe de Força Tática. Os policiais estavam em patrulhamento pela rua Lions Club quando avistaram um adolescente em atitude suspeita. O menor foi abordado e informou sobre o paradeiro dos acusados.

Eles estavam dentro de uma casa. Durante a vistoria realizada no imóvel, a polícia localizou pouco mais de sete quilos de maconha, pinos contendo cocaína e em pó dentro de sacolas plásticas.

Na decisão, o juiz entendeu que há anos os réus eram envolvidos na criminalidade. “Fácil ver que a ligação dos réus com o meio criminoso não é de hoje, sendo que há tempos a polícia estava tentando prendê-los por envolvimento com o tráfico de drogas e também pela tentativa de homicídio, decorrente certamente da disputa pelo comando da mercancia ilícita”.

Além da tentativa de homicídio, Alan já foi condenado a 14 anos de prisão por um homicídio cometido em 2006. Já em setembro de 2017, ele foi novamente condenado, dessa vez a seis meses e 20 dias de detenção por ter sido flagrado dirigindo um veículo após fumar maconha.


Compartilhe esta notícia!