Policiais militares da Força Tática prenderam dois homens durante a noite de terça-feira (16) depois de serem flagrados comercializando entorpecentes em dois pontos diferentes de Araçatuba. Os casos foram apresentados na delegacia e um deles precisou até mesmo do apoio do Canil.

 

A primeira ocorrência aconteceu na rua Alfredo Castilho, no bairro Jardim Umuarama. Os policiais faziam patrulhamento de rotina nas imediações quando avistaram um ajudante geral, de 26 anos de idade, saindo de uma residência. Ao ver a viatura, o rapaz voltou rapidamente para o imóvel, o que causou a desconfiança das equipes, que decidiram fazer a abordagem.

 

O indiciado foi abordado em frente da casa e na revista pessoal foram encontrados pinos contendo cocaína. Ele informou que a residência era da tia e que lá dentro existiam mais drogas, mas a mulher não estava no local naquele momento. Ao entrarem para fazerem uma vistoria, os PMs localizaram mais pinos com o mesmo entorpecente, totalizando 56 unidades.

 

A polícia também apreendeu uma balança de precisão, além de R$ 282,00 em dinheiro. Com essas evidências, o autor recebeu voz de prisão por tráfico de drogas e foi levado até a Central de Flagrantes. O delegado plantonista manteve a detenção e o deixou à disposição da Justiça.

 

SÃO JOSÉ

 

Alguma horas depois da primeira ocorrência, outra equipe da Força Tática fazia patrulhamento pela rua Veridiana Maria de Jesus, no bairro São José, local já conhecido nos meios policiais como ponto de venda de drogas. Em determinado momento, um rapaz de 25 anos foi visto entrando em um terreno com uma sacola plástica nas mãos.

 

Ele foi abordado e revistado. Dentro da sacola havia maconha, além de R$ 190,00 em dinheiro. O suspeito confessou que estava realizando o tráfico de drogas e acompanhou os PMs até a casa onde mora, no mesmo bairro. Dentro do imóvel, a polícia localizou uma balança de precisão, um celular, um tijolo de maconha, seis porções do mesmo entorpecente, quatro papelotes de haxixe, além de uma porção de cocaína.

 

Foi necessária a vinda de um cão PM para poder auxiliar nas buscas. O homem recebeu voz de prisão, prestou depoimento, passou por audiência de custódia ontem de manhã (17) e depois foi transferido para o Centro de Detenção de Nova Independência, onde deverá aguardar vaga em alguma unidade prisional da região. A Polícia Civil abriu inquérito pelo terceiro distrito policial para dar andamento às investigações sobre o caso.

Mostrar mais
Carregar mais em Plantão Policial

Veja também

Incêndio atinge ferro velho perto de posto de combustíveis

FOTO CEDIDA: ILHA DE NOTÍCIAS Um incêndio de grandes proporções atingiu um ferro velho na …