Plantão Policial

Dois são presos por tráfico de drogas em Araçatuba no fim de semana

Policiais militares da Força Tática de Araçatuba prenderam dois homens entre a noite de sábado (18) e a manhã de domingo (19) por tráfico de drogas nos bairros Lago Azul e Jardim Jussara. Foram apreendidos pinos contendo cocaína.

 

A primeira ocorrência foi registrada no cruzamento das ruas David dos Santos com a Afonso Machado Gomes, no bairro Lago Azul. Os policiais estavam em patrulhamento quando decidiram descer da viatura e caminharem até uma praça para acompanhar a movimentação no local.

 

Chegando mais perto de lá, as equipes viram o momento que um entregador, de 34 anos de idade, parou uma motocicleta, foi até uma moita, pegou algo suspeito, em uma típica movimentação do tráfico de entorpecentes. Antes mesmo do indiciado entregar algo para o usuário, a polícia decidiu fazer a abordagem. Ele segurava dois pinos contendo cocaína nas mãos.

 

Nas buscas feitas nas imediações, os PMs localizaram mais 21 pinos com o mesmo entorpecente. Diante disso, o autor recebeu voz de prisão, foi encaminhado até a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento. O delegado manteve a prisão e o deixou à disposição da Justiça. O caso será investigado.

 

DOMINGO

 

Já na manhã de domingo (19), os policiais faziam patrulhamento de rotina pela rua Baguaçu quando avistaram um veículo Toyota/Corolla, com dois ocupantes, além do motorista. O mesmo automóvel realizava uma corrida por meio de um aplicativo de transporte.

 

As equipes desconfiaram dos passageiros e deram ordem de parada ao motorista, já na rua Mauá, no bairro Jardim Alvorada, zona sul do município. Todos os ocupantes foram revistados. Um deles, um jovem de 23 anos de idade, confessou que escondia 16 pinos contendo cocaína sob o banco que estava embaixo do banco do passageiro.

 

O suspeito informou ainda que aquele entorpecente era o que havia sobrado das vendas em uma festa de baile funk, realizada horas antes. Com o indiciado, os PMs também apreenderam um celular, além de R$ 228,00 em dinheiro.

 

Com o motorista do aplicativo e o outro passageiro, nada de ilícito foi localizado, por isso, eles foram liberados. Já o rapaz recebeu voz de prisão por tráfico de drogas e foi levado até a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento. O delegado plantonista manteve a prisão dele e o deixou á disposição da Justiça. Um inquérito foi aberto pelo segundo distrito policial do município para dar andamento às investigações sobre o caso.

 

Comment here