Plantão Policial

Rapaz é condenado a mais de 15 anos de prisão após assalto em lanchonete

A Justiça de Araçatuba condenou a mais de 15 anos de reclusão João Vitor de Souza Ribeiro, acusado de participar de um assalto a uma lanchonete localizada na Rua do Fico há três anos. O acusado não poderá recorrer em liberdade e cumprirá a pena em regime fechado.

 

O julgamento começou por volta das nove horas da manhã de quarta-feira (15) e terminou às 17h. O juiz de direito Danilo Brait presidiu o julgamento. Ele condenou Ribeiro a 15 anos, nove meses e dez dias de reclusão por roubo, corrupção de menores e tentativa de homicídio contra os policiais militares que no dia do crime foram atender a ocorrência minutos após o assalto.

 

“Não concedo ao réu o direito de recorrer em liberdade, uma vez que respondeu ao processo no cárcere, sendo necessária a prisão para garantir que o réu não fuja, vez que a pena aplicada foi em regime inicial fechado, bem como para garantir a ordem pública, ante o risco de reincidência e a gravidade dos crime praticados”, escreveu o magistrado na sentença.

 

O crime ocorreu no último dia 18 de dezembro de 2016. O acuado, acompanhado dos dois menores, identificados pelas iniciais I.B. e F.S.J.A., decidiram praticar o assalto na lanchonete naquela noite.

 

O trio deslocou-se até o estabelecimento comercial em um veículo Fiat/Uno. Ao chegarem ao local, João Vitor e um dos menores, este armado com revólver, invadiram a lanchonete, enquanto o segundo adolescente permaneceu no carro para dar cobertura.

 

Imagens das câmeras de segurança do comércio flagraram toda a ação. Os autores rendem funcionários e fazem diversas ameaças, inclusive apontando a arma para a cabeça das vítimas. Logo em seguida, eles subtraem uma aliança e correndo de ouro, R$ 150,00 em dinheiro, além de um aparelho celular. Segundo o MP, o prejuízo total foi de R$ 10.400,00.

 

Após cometerem o assalto, os três indivíduos fugiram em alta velocidade no sentido da Avenida José Ferreira Baptista. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada para o atendimento da ocorrência e começou uma perseguição contra o automóvel dos participantes.

 

Alguns quilômetros depois, já na rua Wanda Azure, no bairro Atlântico, zona norte de Araçatuba, os suspeitos perderam o controle da direção e bateram em uma sarjeta, estourando os dois pneus dianteiros. O trio continuou fugindo a pé e na tentativa de matar os policiais militares dispararam quatro vezes contra a guarnição. Segundo a denúncia, os homicídios dos PMs só não se consumaram pelo erro da pontaria.

Comment here