Compartilhe esta notícia!

Policiais rodoviários do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) de Araçatuba apreenderam no início da noite de segunda-feira (06) quase cem tabletes de maconha, além de 350 munições de calibre nove milímetros, que é de uso restrito das Forças Armadas. A apreensão ocorreu com dois passageiros que estavam dentro de um ônibus na rodovia Marechal Rondon (SP-300), bem em frente à base da Polícia Rodoviária.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, os policiais faziam fiscalização de rotina quando deram ordem de parada a um ônibus intermunicipal. Durante a vistoria, as equipes constataram atitudes suspeitas em dois passageiros, que não se conheciam. Eles foram retirados dos veículos e tiveram a bagagem revistada.

Com uma jovem de 22 anos de idade, moradora em Eunápolis, estado da Bahia, o TOR encontrou duas malas contendo 58 tijolos de maconha e sete caixas, com 50 munições cada, de nove milímetros, que é de uso restrito das Forças Armadas. A suspeita, que já tinha passagens criminais, alegou que pegou todos os objetos em Campo Grande, Mato Grosso do Sul e levaria para Belo Horizonte, capital mineira. Ela receberia dois mil reais pelo transporte.

Mas o que chamou mais a atenção dos PMs que outro passageiro também estava no mesmo ônibus transportando entorpecentes, ou seja, o segundo flagrante dentro do mesmo veículo. Com o rapaz, também de 22 anos, morador em São Paulo, capital, os policiais encontraram uma mala contendo 39 tijolos de maconha. Ele alegou que comprou a droga no Paraguai e revenderia em Goiânia, esperando ter um lucro de dez mil reais.

“O que chamou mais a atenção é que ele não escondeu de forma alguma quando perguntamos qual era a profissão dele. Disse com todas as letras que é traficante. Eu repeti a pergunta, ele respondeu novamente que a profissão dele era ser traficante”, contou à reportagem o subtenente Edman Silazaki.

Com as evidências encontradas, os dois receberam voz de prisão. O homem foi apresentado na sede da Polícia Federal de Araçatuba, já que irá responder por tráfico internacional de drogas. Já a mulher foi levada até a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento. A dupla passará por audiência de custódia ainda nesta terça-feira (07).


Compartilhe esta notícia!