Plantão Policial

Homem é preso após agredir a ex-mulher com pedrada

Um comerciante de 32 anos de idade foi preso depois de perseguir a ex-mulher, uma dona de casa de 35 anos, atirar uma pedra contra a cabeça dela e tentar agredi-la com uma pá durante a noite de segunda-feira (23) na rua Aguapeí, já na altura do bairro Guanabara, em Araçatuba. Esse foi mais um caso de violência contra a mulher registrado no município.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a vítima estava com a filha em um shopping passeando quando encontrou o ex-convivente. Acontece que ele não pode se aproximar dela, já que possui uma medida protetiva contra o suspeito.

Depois de deixar o estabelecimento comercial, o indiciado perseguiu a mulher pelas ruas da cidade. Mesmo com a filha ao lado da mãe, ele não a poupou das agressões. Em um primeiro momento, o autor atirou uma pedra, que atingiu a testa da declarante, causando ferimentos. Em seguida, ele se aproximou e desferiu um soco no lado direito do rosto dela. Não satisfeito, o indiciado pegou uma pá que encontrou no meio da rua e tentou agredir a ex-companheira, mas não conseguiu.

Nesse momento, equipes da Polícia Militar faziam patrulhamento pelo local e flagraram o momento que o homem tentava continuar o espancamento. Ao ver a viatura, o suspeito fugiu correndo e foi perseguido.             Ele só foi abordado já na rua Brigadeiro Faria Lima, às margens da rodovia Elyeser Montenegro Magalhães (SP-463). Ao ser detido, o autor negou as agressões e disse que apenas tinha encontrado a ex no shopping.

Apesar de todo o susto, a dona de casa não precisou receber atendimento médico após as agressões. Ela foi encaminhada até o IML (Instituto Médico Legal), onde passou por exame de corpo de delito a fim de serem constatadas as lesões sofridas. Depois, ela voltou para a delegacia, onde prestou depoimento.

Já o indiciado permaneceu preso em flagrante por descumprir a medida protetiva existente, ameaça, lesão corporal e injúria. Ele passou por audiência de custódia na manhã de terça-feira (23), no Fórum do município. Um inquérito foi aberto pelo quarto distrito policial do município para dar andamento às investigações sobre o caso.

Comment here