Plantão Policial

PM prende três com cocaína, maconha e munição de calibre 38

Três homens foram presos pela Polícia Militar de Araçatuba em um curto espaço de tempo na noite de segunda-feira (11) por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. Os casos aconteceram nos bairros Lago Azul e Águas Claras.

 

A primeira ocorrência ocorreu na rua José Haroldo Malhado Rosa, no bairro Lago Azul. Os policiais faziam patrulhamento de rotina quando desconfiaram de um lavador de carros, de 27 anos de idade, que conduzia uma motocicleta. A partir de então, os PMs passaram a fazer o acompanhamento até abordarem o suspeito em frente da residência onde mora.

 

Na revista pessoal, a polícia localizou dois pinos contendo cocaína, além de R$ 20,00 em dinheiro. O indiciado confessou a comercialização dos entorpecentes e indicou que dentro de casa havia mais droga escondida. Os policiais fizeram uma vistoria e encontraram mais 89 pinos com cocaína, além de uma porção de maconha e um saco contendo cerca de mil microtubos vazios. O rapaz também tinha cinco projéteis de calibre 38 dentro de um guarda-roupa.

 

O suspeito informou em depoimento que adquiriu todo o entorpecente em Birigui há cerca de quatro meses. Ele recebeu voz de prisão em flagrante e foi encaminhado até a delegacia, onde prestou depoimento. O delegado plantonista manteve a prisão dele por tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo, permanecendo à disposição da Justiça.

 

ÁGUAS CLARAS

 

Algumas horas depois, policiais militares faziam patrulhamento quando receberam denúncia de um morador, que não quis se identificar, dando conta que dois rapazes estariam em atitude suspeita pela rua Padre Ângelo Rudello. Diante disso, os PMs foram até lá para verificar as informações.

 

Um servente de 23 anos de idade e um carroceiro, de 19, foram abordados. Os policiais encontraram com eles 26 pinos contendo cocaína, além de R$ 116 em dinheiro. A dupla confessou o tráfico de entorpecentes no local. Eles informaram ainda que vendiam cada unidade por dez reais.

 

A polícia deu voz de prisão aos dois e os encaminhou até a delegacia, onde prestaram depoimento. Eles continuaram presos, passaram por audiência de custódia na manhã de terça-feira (12) e depois foram transferidos para a cadeia pública de Penápolis, onde deverão aguardar vaga em alguma unidade prisional da região.

Comment here