Plantão Policial

Homem é preso por estelionato após tentar vender carro que não era seu

Um ajudante de 28 anos de idade foi preso em flagrante na noite de sexta-feira (08) por estelionato. Ele tentou vender um carro pertencente a um eletricista de 49 anos de idade. O caso ocorreu na rua General Glicério, no centro de Araçatuba.

 

De acordo com informações do boletim de ocorrência, tudo teve início no começo do dia. O verdadeiro proprietário do veículo anunciou o automóvel para venda em um site de compra e venda na internet. O autor se interessou e entrou em contato com a vítima, onde passaram a fazer a negociação de compra.

 

Os dois marcaram um encontro e acertaram a venda por R$ 41 mil. Sem desconfiar de nada até então, o eletricista autorizou o investigado a dar uma volta com o carro, já que o criminoso disse que queria experimentá-lo antes de efetuar o pagamento.

 

Acontece que o indiciado pegou o carro e não mais retornou, gerando a desconfiança do proprietário, que procurou a Polícia Civil para registrar um boletim de ocorrência de estelionato. Diante do registro, o veículo ficou com o registro de fraude.

 

TENTATIVA DE GOLPE

 

Com o automóvel em mãos, o ajudante foi até um lava-jato na área central do município e tentou vendê-lo ao dono, um comerciante de 43 anos de idade. O autor disse que queria R$ 30 mil na venda. O dono do estabelecimento concordou com a negociação, mas disse que daria, primeiramente, dez mil reais de entrada e outro dia mais R$ 20 mil. O suspeito concordou e recebeu a primeira parcela em dinheiro vivo.

 

O crime só foi descoberto quando o comerciante entrou em contato com um despachante e pela numeração da placa do carro descobriu que havia restrição por fraude. O homem deteve o suspeito no local e ligou para o verdadeiro dono do carro, que compareceu até o lava-jato e reconheceu o bandido.

 

Nesse momento, uma viatura da Polícia Militar passava no endereço. As vítimas acenaram para os policiais, que pararam e tomaram conhecimento do ocorrido. O detido confessou na presença dos PMs a intenção do golpe. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento.

 

O delegado plantonista manteve e prisão do investigado por estelionato e o deixou à disposição da Justiça. Um inquérito foi aberto pelo segundo distrito policial do município para dar andamento às investigações sobre o caso. O veículo foi devolvido ao dono.

Comment here