Plantão Policial

Operação da Polícia Civil coloca 46 pessoas na cadeia na região

A Polícia Civil deflagrou durante a quinta-feira (07), a operação ‘Odin’ em todo o Estado de São Paulo. Nas regiões de Araçatuba e Andradina, 46 pessoas foram presas após cumprimento de mandados de prisão em dezenas de municípios.

 

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL acompanhou desde as primeiras horas da manhã os trabalhos dos policiais civis em Araçatuba. As equipes saíram da Central de Polícia Judiciária às 6h para o cumprimento dos mandados. Todos os quatro distritos policiais, a DIG (Delegacia de Investigações Gerais), a Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) e o GOE (Grupo de Operações Especiais) participaram da operação.

 

Na região de Araçatuba, 52 mandados foram cumpridos, resultando na prisão de 23 pessoas, sendo 21 homens e duas mulheres, além da apreensão de um adolescente. Todos foram detidos por diversos crimes, como roubo, furto, tráfico de drogas e pensão alimentícia. Os presos foram encaminhados para a cadeia pública de Penápolis.

 

Já na região de Andradina, a Delegacia Seccional do município realizou 22 prisões. Os detentos foram transferidos para o Centro de Detenção Provisória de Nova Independência. No total, 28 policiais foram empenhados durante a operação no município.

 

MANDADOS

 

A reportagem acompanhou uma equipe da Seccional de Araçatuba em bairros da zona norte do município. No São José, por exemplo, um homem foi preso dentro de casa por não pagar pensão alimentícia. Já no bairro Rosele, outro homem também foi detido pelo mesmo tipo de crime.

 

Segundo apurado, muitos dos procurados pela Justiça já não moram mais nos endereços cadastrados no sistema de inteligência da Polícia Civil, por esse motivo, alguns mandados acabam não sendo cumpridos.

 

ESTADO

 

Em todo o estado, os policiais cumpriram 5.900 mandados de prisão. Duas ocorrências chamaram a atenção. Em Valinhos, região de Campinas, os policiais apreenderam R$ 430 mil em notas falsas na calçada de uma residência no bairro São Luís. Até o fechamento desta edição ninguém havia sido preso.

 

Já no município de Franca, oito pessoas foram presas por envolvimento em roubos e porte ilegal de arma. Em um dos cumprimentos, os policiais apreenderam duas espingardas, um revólver e centenas de munições.

 

 

A operação ‘Odin’ foi batizada com este nome, em vista de Odin ser, na mitologia nórdica, o mais velho e sábio dos deuses. Ele só tem um olho que enxerga bem, e vive com dois corvos em seus ombros, um significando o pensamento e o outro a memória, sendo que juntos simbolizam a busca pelo conhecimento.

Comment here