Plantão Policial

Acidente entre três caminhões deixa dois mortos em rodovia da região

O início da semana começou com mortes na região de Araçatuba. Dois homens morreram no início da manhã de segunda-feira (04) em um grave acidente entre três caminhões na rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em Barbosa. Outro motorista foi socorrido e permanece internado em estado estável. Já o terceiro saiu ileso.

 

A batida ocorreu por volta das 6h45, a 500 metros do trevo de Barbosa. A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL esteve no local. A pista precisou ficar interditada por mais de três horas, por isso, o desvio foi feito por dentro do município.

 

O cenário demonstrava a violência da batida. Produtos alimentícios estavam espalhados por toda a parte. No meio da pista, uma carreta irreconhecível. Lá dentro estavam o condutor Marciano Antônio Becker, de 39 anos, e o passageiro Marcos Previatti, de 41. Eles não resistiram aos ferimentos e morreram ainda no local.

 

Segundo informações da Polícia Rodoviária, o caminhão que as duas vítimas estavam seguia no sentido José Bonifácio/Penápolis quando, por motivos desconhecidos, Becker teria invadido a pista contrária em um local onde não é permitida a ultrapassagem. Na contramão, o veículo atingiu lateralmente o caminhão de Benedito Maldonado, que fazia o transporte de leite e estava no sentido oposto.

 

“Ia me pegar de frente. Eu só joguei o caminhão para o canteiro. Tirei o máximo que consegui, mas mesmo assim ele atingiu a minha lateral”, contou o motorista à reportagem. Ele saiu ileso do acidente.

 

Após atingir o caminhão do seo Benedito, o veículo desgovernado atingiu de frente outro caminhão conduzido por Nevinton Silva Santos, de 44 anos de idade. Ele fazia o transporte de enlatados, achocolatados e macarrão instantâneo, foi socorrido com vida e levado até a Santa Casa de Penápolis por uma equipe do Resgate, do Corpo de Bombeiros.

 

As equipes médicas fizeram exames de raio-x e tomografia computadorizada. Foi constatada uma fratura de fêmur. Algumas horas depois, o Santos foi transferido para um hospital particular, onde até o fechamento desta edição continuava internado. O estado de saúde dele era estável e não corria risco de morte.

 

Um milagre, segundo os policiais que atendiam a ocorrência. A cabine do caminhão que o homem estava praticamente desapareceu em meio ao ferro retorcido.

 

MORTOS

 

Não tiveram a mesma sorte os outros dois ocupantes do caminhão que causou o acidente. Foi necessária uma grande operação de equipes dos Bombeiros para que os corpos fossem retirados. Até uma retroescavadeira foi utilizada para auxiliar nos trabalhos, já que os mortos estavam presos às ferragens.

 

Depois de três horas, os corpos foram finalmente retirados e identificados. “Tivemos que deslocar as equipes do Corpo de Bombeiros de Penápolis e Araçatuba e fazer vários cortes nas ferragens para podermos liberar os corpos, já que os mesmos encontravam-se em uma situação de difícil acesso”, disse em entrevista o tenente do Corpo de Bombeiros Maximiliano Sales Spessotto, responsável pelos trabalhos.

 

A pista foi liberada para o tráfego logo em seguida. Mesmo diante de uma fatalidade, moradores das imediações se aglomeraram às margens da rodovia e começaram a saquear os produtos que estavam em um dos veículos envolvidos. Os policiais tiveram que fazer a intervenção até mesmo com o uso de spray de pimenta. Não foi registrada nenhuma prisão.

 

Equipes da perícia técnica estiveram presentes. Um laudo deverá ficar pronto em até 30 dias para auxiliar nas investigações. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento às apurações sobre as circunstâncias do acidente. A reportagem apurou que os dois homens mortos no acidente eram naturais do Paraná. Até o fechamento desta edição, não havia informações sobre o velório e o sepultamento.50

Comment here