Compartilhe esta notícia!

A violência em Araçatuba continua assustando a população. Em plena luz do dia, no horário do almoço, em uma avenida de grande movimentação, uma aposentada de 63 anos de idade foi violentamente agredida durante um assalto. O caso aconteceu na tarde de sexta-feira (01).

 

O relógio marcava 12h50. A vítima caminhava pela calçada da Avenida Waldemar Alves. No cruzamento com a rua São Vicente, ao lado de um asilo, a idosa passou ao lado de um homem desconhecido. No começo, ela desconfiou do rapaz, mas seguiu seu trajeto. Segundos depois, olhou para trás e já não viu mais o homem.

 

Foi, nesse momento, que ele surgiu atrás de uma árvore e anunciou o assalto armado com uma faca. A aposentada estava com uma bolsa. Ele tentou puxar o objeto, mas não conseguiu levar. O indiciado jogou a vítima no chão, a arrastou por alguns metros na calçada e começou a chutar a mulher em diversas partes do corpo, principalmente na região da cabeça.

 

A vítima perdeu a consciência por conta dos golpes. O bandido conseguiu levar a bolsa e fugiu correndo em direção à rua Saldanha Marinho. O condutor de um veículo, que passava no local bem no instante do assalto, percebeu tudo o que havia acontecido e passou a perseguir o bandido.

 

A essa altura, a Polícia Militar já havia sido chamada. A aposentada conseguiu recobrar a consciência e com a chegada dos policiais passou todas as características físicas de roupas do indiciado. Diante disso, as equipes decidiram fazer patrulhamento nas imediações a fim de tentar encontrar o autor.

 

Não demorou muito para que ele fosse encontrado. Alguns minutos depois, os PMs faziam diligências pela rua Saldanha Marinho quando avistaram um indivíduo com as mesmas características do suspeito do roubo próximo a um campo de futebol, no bairro Paraíso.

 

O investigado, ao ver a viatura, pegou um rastelo e fingiu que estava limpando o local. Ao perceber que seria abordado, ele tentou fugir, mas foi detido na sequência. Na revista pessoal, nada de ilícito foi localizado com o autor. Ele negou todos os fatos. A bolsa da vítima foi localizada abandonada em um local perto de onde ocorreu o roubo.

 

O suspeito foi encaminhado até a Central de Flagrantes, onde acabou sendo reconhecido pela vítima do crime. Ele permaneceu preso e foi levado na manhã de sábado (02) para o Fórum de Araçatuba, onde passou por audiência de custódia. O juiz plantonista manteve a prisão do homem. Ele foi transferido para o Centro de Detenção Provisória de Nova Independência.

 

A aposentada iria procurar atendimento médico no pronto-socorro, já que suspeita de que tenha quebrado um dos dedos da mão durante as agressões. A Polícia Civil abriu inquérito pelo terceiro distrito policial do município para dar andamento às investigações sobre o caso.


Compartilhe esta notícia!