Plantão Policial

Tio estupra a sobrinha e é preso em flagrante

Um rapaz de 21 anos de idade foi preso em flagrante na manhã de quinta-feira (24) após estuprar a própria sobrinha, de apenas 11 anos de idade, na casa da vítima em Araçatuba. O crime ocorreu durante a madrugada, mas o suspeito  só foi localizado cerca de oito horas depois.

 

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL ouviu o pai da criança. Sem querer ser identificado, ele contou os detalhes do que aconteceu. Na semana passada, o autor teve um desentendimento com a esposa e saiu de casa. Sem ter para onde ir, foi abrigado na residência da família da vítima.

 

Na madrugada de ontem, o rapaz pensou que todos dormiam. Ele estava na sala assistindo televisão, se levantou e foi para o quarto da vítima, que dormia. Acontece que a irmã mais velha dela ainda estava acordada e viu o momento que o investigado se aproveitou da situação e passou a acariciar as partes íntimas da criança, tirando até mesmo a sua roupa. Vendo toda aquela situação, a jovem gritou pelo pai, que acordou assustado.

 

Revoltado, o pai se apoderou de uma faca para tirar satisfações com o investigado, que fugiu. “A gente confiava nele, o colocamos dentro da nossa própria casa e teve coragem de fazer isso com a própria sobrinha. É uma situação muito difícil, eu que sou pai”, contou à reportagem emocionado.

 

SOCORRO

 

Após o abuso, policiais militares foram acionados para o atendimento da ocorrência. Eles socorreram a vítima até a Santa Casa. Lá, ela tomou medicamentos apropriados para esse tipo de situação. Apesar do susto, a menina não sofreu ferimentos. Ela também passou por exames no IML (Instituto Médico Legal).

 

LOCALIZAÇÃO

 

Oito horas após o estupro, quando a ocorrência policial ainda era registrada na Central de Flagrantes, policiais militares receberam informações de que o suspeito poderia estar em três endereços. As equipes foram até os locais e conseguiram encontrá-lo na casa de um amigo.

 

A testemunha disse que só o recebeu ali porque o mesmo contou que havia brigado com a mulher, mas não tinha revelado sobre o abuso. Diante disso, o rapaz, identificado pelas iniciais D.J.S. recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a delegacia, onde prestou depoimento.

 

Ele confessou o crime e disse que estava alcoolizado. O delegado plantonista, Marcos Roberto Alves da Costa, efetuou a prisão em flagrante por estupro de vulnerável e deixou o jovem à disposição da Justiça. Ele deverá passar por audiência de custódia ainda nesta sexta-feira (25). Caso seja condenado, pode pegar de oito a 15 anos de prisão, pelo estupro ser tratado como crime hediondo.

Comment here