Plantão Policial

Morre homem que sofreu acidente com bicicleta elétrica em Araçatuba

Araçatuba registrou a 15ª morte no trânsito neste ano. Um funcionário público estadual, de 57 anos de idade, não resistiu aos ferimentos depois de ficar quatro dias internado na Santa Casa do município após sofrer um acidente em um cruzamento do bairro Novo Paraíso no último sábado (08).

 

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a vítima, identificada como João Pereira, seguia com uma bicicleta elétrica quando, ao chegar no cruzamento entre as ruas Pedro Martinez Marin com a Antonio Corbucci, teria não respeitado o sinal de pare, invadido a preferencial, sendo atingindo logo em seguida por uma motocicleta Honda/CG Titan, conduzida por um mecânico de 24 anos.

 

Com o impacto, o funcionário público foi lançado no asfalto e sofreu diversos ferimentos. Ele foi socorrido por uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado até o pronto-socorro da Santa Casa, onde passou por uma tomografia, que constatou lesão na cabeça.

 

O homem ficou internado durante quatro dias, mas não resistiu e morreu na tarde de quarta-feira (12). O filho dele procurou a Central de Flagrantes para comunicar sobre a morte e disse que o pai apresentou um quadro hemorrágico. O corpo foi levado para o IML (Instituto Médico Legal), onde passou por exame necroscópico. O laudo completo deverá ficar pronto em até 30 dias.

 

A perícia técnica não esteve no local da batida, já que o mesmo estava prejudicado. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento às investigações pelo terceiro distrito policial. Até agora, Araçatuba registrou 15 mortes no trânsito, um aumento de 66% em relação ao ano passado inteiro quando foram registrados nove óbitos.

 

MORTES FREQUENTES

 

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana da cidade, foram contabilizadas dez mortes de motocicletas, três de ciclistas e duas de pedestres. Na semana passada, dois motociclistas morreram em batidas no município. O primeiro, na madrugada da última segunda-feira (03).  William Henrique dos Santos Sousa, de 27 anos, seguia pela rua Bolívia, no sentido centro/bairro pelo Jardim Aclimação, com uma moto Honda/NC-4 Falcon quando, por motivos desconhecidos, perdeu o controle da direção ao fazer uma curva acentuada à esquerda, colidiu contra a guia da calçada, o portão de uma casa e em seguida em uma árvore.

Dois dias depois, na quarta-feira (05), o montador Eduardo da Costa Almeida, de 35 anos de idade, bateu a motocicleta que conduzia na lateral de um caminhão, na avenida Jorge Mellen Rezek. O condutor do veículo, um pedreiro de 47 anos, contou em depoimento que estava fazendo um favor para o proprietário de um estabelecimento comercial de implementos agrícolas e manobrava o veículo de marcha ré para que o mesmo entrasse no estacionamento do comércio. Foi nesse momento que o montador surgiu e acabou atingindo a lateral do caminhão, sofrendo o acidente.

Comment here