Compartilhe esta notícia!

Uma cabeleireira de 27 anos de idade procurou a Central de Flagrantes de Araçatuba na noite de terça-feira (27) para denunciar o próprio irmão, um auxiliar de mecânico de 29 anos, que a agrediu por conta de uma luz. O caso aconteceu na residência que a vítima mora no bairro Manoel Pires.

A vítima contou em depoimento aos investigadores que reside no mesmo imóvel que o autor. Durante a noite, ela precisava trocar o cartucho da impressora, mas estava escuro e precisou acender a luz da sala para poder enxergar o objeto.

Acontece que o suspeito arca com as despesas de energia elétrica da casa e não gostou de ver a luz do cômodo acesa. A partir de então, os dois iniciaram uma discussão e nesse momento o rapaz apresentou comportamento agressivo, partindo para cima da irmã com socos. Ela foi atingida no rosto, braços e na região torácica. Não satisfeito, o homem ainda puxou os cabelos da declarante.

Logo em seguida, ele foi embora. A vítima aproveitou para comparecer até a delegacia e registrar os fatos. A Polícia Civil abriu um inquérito pelo terceiro distrito policial do município a fim de dar andamento às investigações sobre o caso, que foi registrado como violência doméstica e lesão corporal. O auxiliar de mecânico continuava foragido até o fechamento desta edição.

A cabeleireira foi orientada que tem um prazo de seis meses para representar criminalmente contra o investigado. Ela passou por exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal) a fim de serem constatadas as lesões sofridas durante as agressões.


Compartilhe esta notícia!
Mostrar mais
Carregar mais em Plantão Policial

Veja também

Seis pessoas são detidas com notas falsas em Birigui

Compartilhe esta notícia!Seis pessoas foram detidas, entre elas um adolescente, por uso de…