ETC

Geraldo Shiomi Junior: uma carreira de 34 anos no Direito

Muitos fatores contam na hora de escolher qual profissão seguir. Interesses, habilidades, faixa salarial e receptividade pelo mercado de trabalho são apenas alguns ângulos que costumam ser observados no momento de se decidir. Há, inclusive, quem veja os pais como inspiração e, por isso, escolha a mesma profissão que algum deles, afinal, filho de peixe, peixinho é. Esse é o caso do advogado e atual vereador de Andradina, Geraldo Shiomi Junior, que se inspirou em seu pai ao decidir cursar Direito, tendo se formado em 1985.
Ele também é graduado em Estudos Sociais e pós-graduado em Processo Civil e em Direito Público. Shiomi conta que, no início de sua carreira, atuou nas áreas civil e criminal, porém, após algum tempo, decidiu seguir a área cível-empresarial (envolvendo as questões civil, contencioso, administrativo, fiscal e trabalhista), não apenas por se identificar com essas áreas, mas também pela expectativa de estabilidade financeira.
Ele conta que não se imagina exercendo outra profissão, porque, desde a infância, nutriu o sonho de ser advogado. “Exerço o Direito como um sacerdócio e como condição vital”, afirma.
Shiomi é, atualmente, vereador de Andradina e está cumprindo seu primeiro mandato. Ele explica que sua vivência como advogado o ajudou muito a desempenhar melhor seu trabalho como vereador, uma vez que ele já estava familiarizado com toda a sistemática processual e legislativa.
“A princípio, eu não tinha interesse em me candidatar a qualquer cargo ou função pública, embora tenha sido eleito presidente da Ordem dos Advogados do Brasil para a subsecção de Andradina e exercido por 10 anos. Entretanto, por ter sido invocado por amigos, conhecidos e por alguns setores empresariais, acabei por decidir ser candidato à vereador. Ao ser eleito, tive a sensação de que toda minha carreira, minha conduta e meu passado valeram a pena. Eu obtive uma votação bastante expressiva”, conta Shiomi.
Ele faz parte, inclusive, da comissão que participou da cassação do vereador de Andradina, Mário Henrique Cardoso, que foi acusado por assédio moral e sexual. “Desde quando a denúncia foi recebida pela Câmara Municipal, passei a fazer parte das comissões; primeiro da Comissão Especial de Inquérito aberta para apurar possível quebra de decoro parlamentar do vereador, que teria praticado e/ou protagonizado diversas cenas e situações indecorosas com a população e com jornalistas e, posteriormente como membro Relator da Comissão Processante que acabou por culminar com a cassação do referido vereador. Após o desenvolver do processo, tendo em vista o farto conjunto probatório, elaborei o relatório final recomendando a cassação do vereador, por entender que não há como se admitir esse tipo de conduta do agente público/político e, como sempre zelei por uma conduta ilibada e por bom conceito moral, não tive dúvidas e recomendei o afastamento do vereador”, explica Shiomi. Ele acrescenta que tratou-se de uma medida justa e correta, em respeito à população e ao interesse público. “Felizmente, quase que de forma unânime, o relatório foi aprovado e, via de consequência, cassado o mandato do vereador”, afirma.
O advogado e vereador Geraldo Shiomi Júnior responde, também, pela área jurídica da Organização Social Santa Casa de Andradina.

FAMÍLIA
Shiomi nasceu na cidade de Lins- SP, mas reside em Andradina há 50 anos. Ele tem, atualmente, 57 anos de idade, é casado com Vanessa Mendes Abido Shiomi e tem três filhos: Geraldo Shiomi Filho, Maristella Larissa Apolinário Shiomi e Laís Abdala Nobrega Shiomi.

Paula Santos
Araçatuba

Comment here