ETC

ANÉSIO DUARTE: SEGURANÇA E DIREITO COMO FERRAMENTAS DE VIDA

Nascido em Auriflama no dia 18 de agosto de 2018, o delegado de polícia aposentado, Anésio Duarte, se mudou para Araçatuba há 41 anos, quando assumiu o cargo de delegado titular do 1º Distrito Policial. Antes disso, atuou na Força Pública como Policial Militar, quando passou a dedicar-se aos estudos e se formou em Direito e Ciências Sociais pela Faculdade de Direito Riopretense (Fadir). Ainda nesse período, fez vários cursos de especialização, tais como direito eleitoral, legislação municipal, direito civil e direito penal. “Um curso que me enriqueceu muito, pois era ligado às atividades de delegado de polícia, foi o curso de interrogatório, por meio de convênio entre a polícia paulista e um órgão especializado dos Estados Unidos e o de investigação Policial”, disse o ex-policial.
Anésio atuou como delegado durante 14 anos, quando teve a oportunidade de trabalhar em cidades como Nova Granada, Palestina, Onda Verde, São José do Rio Preto e em Araçatuba, onde ficou no cargo por 10 anos, até a aposentadoria. “Escolhi Araçatuba para ficar, pois aqui fiz muitos amigos e sempre tive o respeito da população”, acrescentou o advogado.
Depois da aposentadoria, foi secretário municipal de Segurança Pública nos governos de Gemínia Venturolli (1989/92 e 1996/2000), atuando para implantação e consolidação da Guarda Municipal.
Atuando, atualmente, no ramo do Direito Civil, Criminal e Securitário, o advogado explica que optou por Direito Penal por ser Delegado de Polícia aposentado, Civil em decorrência do curso de pós-graduação e Securitário porque trabalha para a Companhia de Seguros do Estado de São Paulo (Cosesp), há 20 anos. Segundo ele, a decisão de seguir o Direito surgiu porque as atividades de delegado de polícia se assemelham às áreas do Direito.
Ele ainda observa que o Direito está passando por grandes transformações, com edição de vários códigos, por exemplo: Direito Civil, Direito Penal, Direito Processo Penal, Direito Processo Civil, etc. Formado em direito há mais 40 anos, Duarte é apaixonado pelo Direito e incentiva os jovens a fazer o curso pelas oportunidades que oferece: “para quem está cursando Direito, o meu conselho é estudar, estudar e estudar. Em síntese, adquirir o hábito de ler”, afirmou.
Anésio está longe de parar de trabalhar. Aos 81 anos, mantém a rotina com dezenas de clientes, principalmente grandes empresas e policiais que precisam de defesa nas esferas administrativa e criminal. No momento, está afastado em consequência de uma cirurgia, mas deve retornar ao trabalho em breve.
Casado há 51 anos com Aparecida de Lourdes Savazzo Duarte e pai do Dr. Marco Antonio Savazzo Duarte, também Delegado de Polícia, falecido em 2006, quando era titular do 4º Distrito Policial, Anésio destaca que tudo o que tem e é deve à Polícia do Estado de São Paulo. “Fui policial militar durante 16 anos, o que funcionou como uma verdadeira escola de vida, onde aprendi a ser homem e, acima de tudo, ser gente; delegado de polícia por 14 anos, onde pude me firmar na área jurídica, não só como delegado de polícia, mas também como professor do Centro Universitário Toledo, onde lecionei por muitos anos as disciplinas de Direito Penal e Direito Processo Penal, tornando-me muito conhecido, conquistando muita experiência na área jurídica e muita amizade das pessoas. Tenho orgulho de tudo isso”, finalizou.

DA REDAÇÃO
Araçatuba

Comment here