Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Após receberem denúncia de derrubada irregular de árvores, policiais militares ambientais de Três Lagoas foram até a propriedade, a aproximadamente 8 quilômetros da área urbana de Brasilândia, próximo ao assentamento São José e constataram a irregularidade. A ação da equipe foi na quarta-feira e os policiais constataram a exploração irregular de madeira. O proprietário do sítio, cuja identidade não foi revelada, foi autuado.

Os policiais constataram que várias árvores de grande porte das espécies angico e faveiro foram derrubadas recentemente. As toras de madeira estavam sendo transformadas em estacas para cerca. No total os policiais apreenderam 14,52 metros cúbicos de madeira explorada ilegalmente.

O proprietário do sítio não possuía a licença ambiental para a exploração da madeira. O proprietário do sítio, que reside no local, responderá pelo crime ambiental de exploração ilegal de madeira, com pena de seis meses a um ano de detenção. Ele também foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 4.356,00 pelas infrações.


Compartilhe esta notícia!