Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

O ensino superior é vital para o ingresso no mercado de trabalho, para a ascensão profissional de quem nele já está e também para o aumento da autoestima dos indivíduos. Entre outros requisitos – como experiência profissional para quem já atua em uma organização -, as empresas pautam suas contratações na qualificação dos colaboradores, que passa imprescindivelmente por universidades que oferecem ensino de qualidade, seja na graduação ou na pós-graduação.

Em tempos de crise, essa exigência se acentua. É sabido que, quanto melhor for o aprendizado, maiores serão as chances de cargos, salários e oportunidades diferenciadas.

O biólogo Oliver Hillel é a prova de tudo o que o ensino superior foi capaz de trazer a sua vida: ex-aluno do Objetivo e da Unip, onde se titulou como Mestre em Educação Ambiental e, na sequência, passou de aluno a professor, hoje é nada menos que coordenador de programas no Secretariado da Convenção sobre a Diversidade Biológica da ONU, em Montreal, no Canadá.

E é neste momento difícil, ocasionado pela pandemia, que ele apresentará sua trajetória profissional amanhã, 15 de julho, às 21h, na live “De aluno a professor no Grupo UNIP / Objetivo para a ONU: a trajetória de sucesso de um dos mais respeitados especialistas em Turismo Sustentável do mundo”.

Na live, a ser transmitida pelos canais oficiais da UNIP no Facebook, LinkedIn e Youtube, e mediada pela jornalista e apresentadora Malu Mota, do educativo Duas na Tri da Rádio Trianon, Hillel contará sua história de vida, marcada por muito estudo e pela regra de nunca desistir diante das dificuldades.

Oliver persistiu e saiu-se muito bem. Sua experiência profissional é retumbante tanto quanto sua vida acadêmica: biólogo com mestrado em Educação Ambiental pela UNIP; MBA em Contabilidade Gerencial e Hotelaria; líder de equipe de projeto de desenvolvimento turístico nas Filipinas; coordenador do Programa de Turismo para o Meio Ambiente da ONU; diretor do Programa de Ecoturismo da Conservation International e, por fim, coordenador de programas no Secretariado da Convenção sobre a Diversidade Biológica da ONU.


Compartilhe esta notícia!