Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Para garantir que a população siga os decretos municipais já publicados em Três Lagoas, a Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde tem realizado uma fiscalização rigorosa em diversos locais, dando orientações e aplicando multas para os que descumprem as normas de prevenção.

Desde o dia 18 de março 1112 estabelecimentos foram notificados para se adequarem às normas estabelecidas. Destes, seis foram multados e interditados pelo período de 30 dias por não cumprirem às exigências do órgão. A multa aplicada é de a partir de 250 UFIN’s, o que equivale a R$ 1.228,15 a multa inicial, já que o UFIN hoje está R$ 4,9126.

A ação que aconteceu no final de semana em maior peso, teve o auxílio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedect), Polícia Militar e Polícia Civil. Porém, diariamente a Vigilância Sanitária trabalha para que as regras sejam cumpridas. Entre os estabelecimentos que foram interditados e multados, estão: restaurantes, conveniências e bares.

Dois estabelecimentos foram fechados no momento da visita da SMS, para que retomassem as atividades no dia posterior, seguindo as recomendações. “Caso seja recorrente o descumprimento, nós iremos voltar e aplicar a multa e a interdição do local”, afirmou Christovam Bazan, coordenador da Vigilância Sanitária.

Só durante o fim de semana (dias 27 e 28), 40 estabelecimentos foram notificados e serão fiscalizados outras vezes. “Caso alguém perceba irregularidades, o recomendado é que fotografem ou filmem o local e realizem uma denúncia, assim poderemos chegar aos locais que descumprem as normas e fazermos as notificações.  O morador que identificar os descumprimentos das regras, também pode registrar um boletim de ocorrência junto Delegacia de Polícia Civil”, concluiu Bazan.


Compartilhe esta notícia!