Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

A equipe de Endemias e Controle de Vetores, setor da Vigilância em Saúde e Saneamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, realizou ações de bloqueio químico de contenção dos índices de infestação do mosquito Aedes aegypti, na manhã desta terça-feira (16).

O bloqueio químico, com bombas costais motorizadas e uso do novo inseticida “Cielo”, adquirido pelo Ministério da Saúde, foi no Jardim Progresso, nas proximidades de um hotel, nas imediações da Orla da Lagoa Maior.

Esta ação de bloqueio químico contra o Aedes aegypti se faz necessária, quando há registro de casos confirmados de dengue nessa área urbana.

 

NOVIDADE

O coordenador do setor de Endemias e Controle de Vetores, Alcides Divino Ferreira, informou que, desde início de maio, vem sendo usado um novo inseticida, “mais eficiente e mais tolerável”, resumiu.

O novo produto “Cielo”, conforme as especificações técnicas, é composto por imidacloprido (neonicotinóide) e praletrina (piretróide). São princípios ativos diferentes do antigo “Malathion” e já vem pronto para uso nas bombas, sem necessidade da anterior diluição com água.

Nessas novas especificações, o inseticida que passa a ser usado em Três Lagoas possui um odor de menta misturado com anis, ou seja, “mais agradável e aceitável”, como ressalta Alcides.


Compartilhe esta notícia!