Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Além das pessoas que não estão respeitando as medidas de prevenção contra a Covid-19, as equipes de fiscalização da ação “Três Lagoas de Olho no Coronavírus” estão tem vista também sobre os estabelecimentos que não seguem as determinações dos decretos municipais que regulam a flexibilização de reabertura do comércio.

Desde o início da ação, os fiscais têm monitorado diariamente empresas, comércios e indústrias em todo o Município e, recentemente identificaram alguns desses não cumprindo as regras.

De acordo com o coordenador Christovam Bazan, essa negligência está gerando multas e interdições. “A nossa intenção sempre foi orientar, cobrar o cumprimento dos decretos e apenas notificar. Mas, diante do desrespeito não podemos fechar os olhos e não fazer nada. Precisamos garantir a segurança das pessoas e evitar o contágio pelo vírus nos locais públicos, para isso, os proprietários estão sendo penalizado”, explicou.

No relatório da fiscalização, constam seis estabelecimentos multados e quatro interditados. As multas chegam a R$ 3.400 e caso o local sofra a interdição, o dono poderá perder o alvará.  Dos comércios que descumpriram as medidas estão: um hotel, uma escolinha, casas de festas e bares. Christovam alerta que a melhor medida é seguir as normas previstas nos decretos.

“A única preocupação de todos neste momento é com a saúde. É preciso que todos sigam as orientações e medidas impostas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e os decretos expedidos pela Prefeitura Municipal para evitarmos a proliferação do Coronavírus e possamos restabelecer a normalidade em Três Lagoas. Esperamos a união da população com nossas ações”, concluiu.

 

UNIÃO DE ESFORÇOS

A Prefeitura de Três Lagoas se reuniu com o promotor Moises Casarotto, do Ministério Público, o delegado de Polícia Civil Rogério Fernando Makert Faria e representantes da Polícia Militar, Polícia Ambiental e Corpo de Bombeiros, para definir fiscalizações para os próximos dias.

Neste final de semana especial do Dia das Mães, as regras de não aglomeração continuam. A população três-lagoense deve evitar locais com muitas pessoas e não se reunir nesse momento, evitando, assim, a propagação do coronavírus.

Com isso, os locais que terão uma fiscalização mais rigorosa neste final de semana serão o Jupiá, Praça da Vila Piloto e Lagoa, para a conscientização da população sobre os riscos da aglomeração.

“Também iremos a outros pontos que acontecem a aglomeração. Temos recebido denúncias e estamos investigando todas. Inclusive já multamos e até interditamos alguns comércios de Três Lagoas por não cumprirem as normas do decreto municipal”, afirmou Christovam Tabox Bazan, coordenador da Vigilância Sanitária.


Compartilhe esta notícia!