Home Cidades Quase 14 mil pessoas já foram vacinadas contra a gripe

Quase 14 mil pessoas já foram vacinadas contra a gripe

3 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio do Setor de Imunização, na manhã desta segunda-feira (04), informou que quase 14 mil pessoas já foram imunizadas com a vacina contra a Gripe Influenza A.

Desde o início oficial da Campanha de Vacinação Contra a Influenza A do Ministério da Saúde, lançada em 23 de março, foram vacinados: 10.199 pessoas idosas, o que representa cobertura de 98,01% do total estimado de idosos (10.406); dos 3.153 trabalhadores da Saúde, 2.761 foram vacinados, ou seja, o equivalente a 87,57% do total estimado; e, ainda em andamento, o grupo prioritário de pessoas com doenças crônicas, que é em torno de 5,9 mil pessoas, até agora, apenas 315 foram vacinados.

A vacinação de doentes crônicos, assim como de pessoas idosas e trabalhadores da Saúde, continua em todas as Unidades de Atenção Primária de Saúde, ou seja, nos popularmente conhecidos “Postinhos”, de segunda-feira a sexta-feira no horário normal de atendimento.

 

DOAÇÃO DE DOSES DA VACINA

Como já foi divulgado, a SMS de Três Lagoas obteve na semana passada a doação de 40 mil doses da Vacina Contra a Gripe Influenza A (H1N1 e H3N2) do Instituto Adolfo Lutz de São Paulo (SP).

Essas vacinas deverão ser distribuídas para imunização da população em todas as Unidades Básicas de Saúde para atendimento dos grupos prioritários, estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

 

MOTORISTAS DE ÔNIBUS E CAMINHONEIROS

As equipes da SMS estão preparando a melhor forma de atendimento à população desses grupos prioritários, como a categoria dos caminhoneiros e motoristas profissionais de ônibus.

Deverão ainda ser vacinados, em datas a serem previamente divulgadas pela SMS, as gestantes e puérperas; profissionais das forças de Segurança e Salvamento; pessoas de 55 a 60 anos incompletos; professoras e professores que atuam em salas de aula; e crianças de 06 meses a 06 anos incompletos.

 

 


Compartilhe esta notícia!