Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – Araçatuba

Municípios da região de Araçatuba anunciaram ontem uma série de medidas de prevenção ao coronavírus. Como efeito cascata de decisão tomada pelo Governo de São Paulo na última sexta-feira, de suspender aulas na rede estadual, outras instituições de ensino adotaram medidas semelhantes e prefeituras admitem a possibilidade de interrompê-las nos próximos dias. Empresas estabeleceram regras. Nas prefeituras, grupos de trabalho foram criados.
Em Penápolis, a administração municipal divulgou nesse sábado que um grupo de colaboradores de diversas áreas da Secretaria de Saúde elaborou protocolo preventivo contra o coronavírus: representantes das UBSs (Unidades Básicas de Saúde), pronto-socorro, Santa Casa, Vigilância Epidemiológica, Vigilância Sanitária e secretarias de Planejamento e Educação. A ideia é intensificar ações, principalmente nas escolas e nos postos de saúde. Nesses locais, estão sendo disponibilizados pontos de higienização com álcool em gel. Outras medidas, como monitoramento de pacientes isolados nos domicílios, também serão adotadas pelo poder público.
O prefeito Célio de Oliveira (sem partido) não descarta suspender as aulas na rede municipal, a exemplo do que fez Araçatuba, acompanhando decisão estadual. “Nós vamos ter uma reunião do comitê que nós criamos e a tendência é acompanhar o Estado, principalmente por causa da logística”, adiantou ele, ontem, ao LIBERAL.

BIRIGUI
O mesmo pode acontecer em Birigui. Em sua página no Facebook, o prefeito Cristiano Salmeirão (PTB) informou que, na manhã desta segunda-feira, estará com sua equipe a fim de decidir quais rumos sua gestão tomará em relação ao coronavírus. Ele disse que, por enquanto, todos os serviços da administração municipal, permanecem em funcionamento. Sobre uma possível suspensão das aulas, ele declarou que o tema será discutido. Na cidade, segundo a Secretaria de Saúde, não há casos confirmados nem suspeitos da doença.
O alerta também fez o polo calçadista da cidade tomar providências. Na Klin, maior empregadora do setor com cerca de 2,5 mil funcionários, comunicado distribuído aos colaboradores traz orientações para que as pessoas não se aglomerem nos refeitórios e em outros locais da empresa; viagens de ônibus sejam feitas com as janelas abertas; sejam distribuídos álcool em gel a todos os departamentos; e evitem reuniões nas quais os participantes fiquem a menos de 1,5 metro entre si. As tradicionais orações de segunda-feira serão enviadas por mídias digitais a partir de amanhã. Também será medida a temperatura de todos os colaboradores na entrada da empresa – para quem estiver com mais de 37 graus, serão adotados cuidados especiais. As medidas obedecem recomendações do Ministério da Saúde.

ANDRADINA
Já em Andradina, dirigentes da área da saúde levaram uma “lição de casa” neste fim de semana que consiste na elaboração de medidas para a prevenção. As estratégias irão compor um plano de ações que deve ser divulgado amanhã pela Prefeitura.
Na cidade, há um caso suspeito: uma mulher de 62 anos, que chegou de uma viagem de a Europa com os sintomas do corona. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, a senhora está isolada na própria casa e amostra de sangue foi retirada, sendo encaminhada para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. A Prefeitura aguarda o resultado da amostragem.

PROCESSO SELETIVO
Em Guararapes, processo seletivo para estágio na Prefeitura, que seria realizado hoje pelo CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), foi suspenso. Em nota, o CIEE informou: “Informamos que, em atenção às medidas de enfrentamento da emergência de saúde pública, o CIEE decidiu suspender as provas dos processos seletivos para estágio, que ocorreriam neste domingo, 15”. Os inscritos devem aguardar informações sobre novo cronograma.

UNESP
A pandemia de coronavírus levou também a Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Ilha Solteira a suspender, a partir de segunda-feira e por tempo indeterminado, as aulas na graduação e na pós-graduação. Apenas o serviço administrativo será mantido. De acordo com a instituição, a medida obedece decisão do Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas) divulgada na última sexta-feira, segundo a qual as aulas presenciais na Unesp serão suspensas a partir de terça-feira, dia 17. O Cruesp informou que “a situação será avaliada continuamente e a data de retorno das aulas presenciais será anunciado oportunamente”.
Ainda em Ilha Solteira, o diretor da Faculdade de Engenharia da Unesp (Feis/Unesp), Enes Furlani Júnior, divulgou comunicado na última sexta-feira em que desmente falsa notícia divulgada nas redes sociais de que um aluno da unidade estaria com coronavírus. Na nota oficial, a instituição diz que “tal informação não tem fundamento, pois não existe nenhum relato de aluno ou servidor docente e técnico administrativo que tenha sido contaminado por esse vírus”. E completa: “Outrossim, a Diretoria Técnica de Informática estará acompanhando as mensagens divulgadas na rede para preservar a comunidade de falsas informações”.
Diferentemente de Ilha Solteira, os campus da Unesp de Araçatuba, onde há cursos de Odontologia e Medicina Veterinária, não irão suspender suas aulas. A decisão governador João Doria (PSDB) de paralisação das aulas exclui apenas cursos voltados à área da saúde.

 

CORONAVÍRUS

ENTENDA
Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias, podendo variar o quadro de saúde de leve a moderado, semelhante a uma gripe.O coronavírus causa infecção respiratória, semelhante a um resfriado comum. O município de Wuhan, na China, foi apontado como epicentro do novo coronavírus. Os casos começaram em janeiro deste ano

SINTOMAS
Os sintomas presentes nos pacientes infectados são febre, tosse e dificuldade de respiração, além de cansaço, congestão nasal, dor de garganta e diarreia.
A transmissão do vírus ocorre através do espirro, tosse, contato físico com pessoas infectadas e contato com superfícies contaminadas.

COMO PREVENIR
Os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas são:
*Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
*Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
*Evitar contato próximo com pessoas doentes.
*Ficar em casa quando estiver doente.
*Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
*Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
*Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
Fonte: Ministério da Saúde.


Compartilhe esta notícia!