Compartilhe esta notícia!

ANTÔNIO CRISPIM – TRÊS LAGOAS

A Lagoa Maior, um dos principais cartões postais de Três Lagoas, há muito tempo vem se transformando em refúgio de diferentes espécies animais. O interessante é que esses animais não se assustam com a presença humana. Depois de capivaras, jacarés, araras e outros, agora um tamanduá foi visto e fotografado ao sair de seu banho matinal da lagoa. O registro foi feito pelo secretário de Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito, engenheiro Adriano Barreto, por volta de 5 horas do dia 5 de fevereiro.

“O animal estava nadando apenas com o focinho para fora. Eu observei e achei estranho aquele animal. Não era jacaré e tampouco capivara. Aí fiquei aguardando e tive a surpresa de ver que era um tamanduá bandeira. bem grande. Difícil de observar na lagoa”, disse Adriano Barreto, que fez o registro fotográfico do animal, mas tendo a cautela de manter distância. O secretário de Infraestrutura, Transporte e Trânsito costuma caminhar pelo local.

A Lagoa Maior é uma das três que dão nome à cidade. Nas últimas décadas toda a região foi urbanizada e a própria orla passou a receber equipamentos públicos, como ginásio de esportes, parque infantil e outros. A administração do prefeito Angelo Guerreiro tem desenvolvido ações visando a preservação da natureza e a segurança das pessoas e dos animais.

Como medida de segurança, jacarés foram removidos para área de preservação. Capivaras também foram retiradas para diminuir a população, reduzindo a concorrência por alimentos. Com isso, os animais deixam de circular por ruas próximas. Araras e corujas também são vistas com frequência, além de outras aves e animais.

 

TAMANDUÁ-BANDEIRA

O tamanduá-bandeira é um mamífero nativo da América. Ele recebe esse nome uma vez que sua cauda tem forma de uma bandeira. Recebe outros nomes em determinadas regiões brasileiras. Infelizmente, em alguns locais ele já foi extinto e no Brasil é um dos animais na lista de risco de extinção. Além dele existem outras espécies de tamanduás no país, entretanto essa é a maior delas.

Esses animais possuem uma função ecológica muito importante, visto que quando se alimentam de insetos espalham na terra resíduos e nutrientes, a deixando adubada.

 

Características

Habitat: Onde Vive?

O tamanduá-bandeira vive em campos, áreas abertas e florestas tropicais. Ele é encontrado em todos os biomas brasileiros: Amazônia, Caatinga, Mata Atlântica, Pantanal, Cerrado e Pampa.

Além do Brasil, ele é encontrado em outras partes do continente americano (América do Sul e Central).

Na natureza vivem cerca de 25 anos. Já em cativeiro, essa expectativa pode aumentar em cinco anos. Por outro lado, alguns morrem até antes em cativeiro visto que ali não recebem a alimentação baseada somente em insetos.

 

 


Compartilhe esta notícia!