Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio do Programa Municipal de Controle de Hanseníase e em parceria com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), realizou mutirão de atendimentos médicos para exames clínicos de diagnóstico precoce do câncer de pele.
O mutirão, onde 224 pessoas foram atendidas, foi no Centro de Especialidades Médicas (CEM), no período da manhã deste sábado (07), com a participação de três médicas dermatologistas (Maria Angélica Gorga, Isabela Peron Melhado e Mônica Shimizu Corrêa), Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e acadêmicos do curso de Medicina do Campus Três Lagoas (CPTL) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).
No atendimento, coordenado pela enfermeira Sebastiana Garcia de Freitas Tosta e toda a equipe do Programa Municipal de Controle de Hanseníase, os pacientes passaram por avaliação médica para diagnóstico clínico de eventuais casos de câncer de pele.
“Estamos percebendo que as pessoas, de modo geral, estão mais conscientes da necessidade de prevenção das doenças. Este é também resultado do trabalho eficiente e contínuo dos nossos ACS”, comentou a enfermeira Sebastiana.
“Em todos os mutirões, que temos realizado em parceria e apoio da Sociedade Brasileira de Dermatologia, temos diagnosticado em torno de 10% de novos casos de câncer de pele”, comentou a médica Maria Angélica.
“Estes mutirões são muito importantes porque, nos últimos anos, têm aumentado muito os casos de câncer de pele e o diagnóstico precoce é essencial para os resultados positivos de cura”, observou.
Estima-se que, em todo o Brasil, mais de cinco mil médicos dermatologistas participaram deste mutirão nacional de prevenção e diagnóstico de câncer de pele.
O relatório de resultados deste mutirão deverá ser oportunamente divulgado pela SBD em Mato Grosso do Sul, como informou a médica Angélica Gorga.

a6 Dezembro Laranja (4).JPG

 


Compartilhe esta notícia!