Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Foi publicado ontem (11), no Diário Oficial da União, a aprovação de pouco mais de R$ 43 milhões para obras de macrodrenagem em Três Lagoas, do Programa Avançar Cidades, financiado junto a Caixa Econômica Federal (CEF).

O valor contemplará ações de macrodrenagem executadas pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (SEINTRA), na bacia do Córrego do Japão e nas ruas dos bairros Chácara Imperial, Chácara Eldorado, Vila Haro e Santa Terezinha, além da bacia do Córrego da Onça e bairros Santos Dumont, São Carlos, Vila Carioca e São João.

 

FINANCIAMENTOS

Esse é apenas o primeiro financiamento buscado pela Administração Municipal que vai atender uma parte da Cidade. Para que seja possível fazer obras de drenagem em todas as localidades é necessário dois empréstimos, o aprovado hoje, junto à Caixa (CEF), de R$ 43,7 milhões e outro, que ainda está em processo para aprovação, de 50 milhões de Dólares (Mais de R$ 200 milhões pela conversão atual) através do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

O financiamento é uma iniciativa da Prefeitura para cumprir os projetos do Plano Diretor, atendendo também às maiores solicitações de moradores, dentre elas a drenagem que, por sua vez, tornar viável a pavimentação de diversas ruas do Município, além de outras melhorias para a Cidade.

O projeto visa atender diversas demandas do Município, principalmente com micro e macrodrenagem. “Se não forem feitas as drenagens nos Bairros que mais sofrem com enchentes, ficamos impossibilitados de realizar novas pavimentações na Cidade, pois já temos o número máximo de ruas pavimentadas sem a drenagem”, informou Juliana Petek, diretora de Planejamento Econômico e Controle Urbanístico, da Secretaria Municipal de Governo e Políticas Públicas (SEGOV).

 

LIBERAÇÃO DOS R$ 43 MILHÕES

Agora, a Secretaria de Finanças, Receita e Controle (SEFIRC) fará todos os tramites para a aprovação junto ao Tesouro Nacional. “A expectativa é de a aprovação ocorra junto ao processo licitatório já nos próximos 30 dias”, afirmou Adriano Barreto, secretário Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito.

“Vale ressaltar que fomos o único Município do Brasil a ser aprovado em projeto de macrodrenagem. Estamos empenhados em melhorar a infraestrutura da nossa Cidade”, finalizou o secretário.


Compartilhe esta notícia!