Três Lagoas

Mabel fecha fábrica e demite mais de 300 funcionários

A indústria de bolachas e biscoitos Mabel fechou a sua unidade de Três Lagoas. Os funcionários foram comunicados da decisão e da demissão ao chegarem à fábrica para trabalharem na manhã desta segunda-feira (15). Inaugurada em 1998 e adquirida pela multinacional PepsiCo em 2011, a empresa detém as marcas Mabel, Elbi’s, Kelly e Skiny. Já a PepsiCo é detentora das marcas Elma Chips, Quaker, Toddy e Toddynho. A empresa tinha mais de 300 funcionários na unidade fechada.
O anúncio do fechamento foi uma surpresa para os funcionários e para as autoridades locais. No período da manhã o secretário de Desenvolvimento, de Três Lagoas, José Aparecido de Moraes, reuniu-se com os representantes da indústria. Porém, até o início da tarde não havia posição. Pessoas ouvidas pela reportagem não acreditavam em reversão da decisão.
Em comunicado divulgado entre seus colaboradores nesta manhã, a empresa afirma que a empresa concentrará sua produção de biscoitos nas plantas de Sorocaba, Aparecida de Goiânia e Itaporanga D’Ajuda (Sergipe). Ainda segundo o comunicado, “esta decisão tem como base a estratégia da companhia de promover um reequilíbrio estratégico de seus recursos, redirecionando a eficiência em sua cadeia operacional para um melhor aproveitamento da capacidade produtiva das plantas que produzem biscoitos no Brasil”.
Durante o anúncio dos resultados globais, divulgados pela companhia em fevereiro, a marca tinha anunciado a reestruturação com a previsão de gerar uma economia anual de até US$ 1 bilhão até 2023. O plano levava em conta a demissão de funcionários e o fechamento de fábricas. Segundo o anúncio, o processo deve gerar despesas de aproximadamente US$ 2,5 bilhões até 2023. Em 2019, os gastos devem atingir US$ 800 milhões.
A gigante de alimentos e bebidas registrou um lucro líquido de US$ 6,85 bilhões no quarto trimestre de 2018, resultado bem diferente do aferido no ano anterior. Em 2017, a PepsiCo amargou prejuízos de US$ 710 milhões.

OUTRO LADO
A assessoria de imprensa da PepsiCo divulgou nota dando versão sobre o fechamento.
“A PepsiCo comunica que, a partir de 15 de abril de 2019, concentrará sua produção de biscoitos nas plantas de Sorocaba (SP), Aparecida de Goiânia (GO) e Itaporanga D’ajuda (SE). Com isso, a empresa encerra as operações da fábrica de Três Lagoas (MS).
Esta decisão tem como base a estratégia da companhia de promover um reequilíbrio estratégico de seus recursos, redirecionando a eficiência em sua cadeia operacional para um melhor aproveitamento da capacidade produtiva das plantas que produzem biscoitos no Brasil.
Para toda equipe de Três Lagoas (MS), a empresa oferecerá um pacote financeiro adicional às verbas rescisórias legais de acordo com os anos trabalhados, e todo suporte necessário neste momento de transição, incluindo ações como workshops sobre empreendedorismo, planejamento financeiro e preparação de currículos, que inclusive serão distribuídos para outras empresas da região.
Essa iniciativa faz parte da estratégia de reinvestimentos anunciada pela PepsiCo globalmente durante anúncio de resultados globais, em fevereiro.
A PepsiCo segue comprometida com seus funcionários, consumidores, clientes e comunidades para, juntos, avançarmos com crescimento sustentável no Brasil.”

DA REDAÇÃO

Três Lagoas

Comment here