Compartilhe esta notícia!

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, do PSDB, foi reeleito domingo (28), em segundo turno . Azambuja obteve 677.310 mil votos, o que corresponde a 52,35% dos votos válidos, contra 47,65% de Juiz Odilon (PDT), que obteve 616.422 votos.
Segundo o governador, a reeleição é um “voto de confiança” da população. “Sou grato à toda a população de Mato Grosso do Sul por essa confiança. Quem está no mandato, é avaliado. Quando você tem uma reeleição, é porque as pessoas aprovaram o trabalho”, afirmou.
O governador reeleito disse que adotou medidas impopulares durante seu governo e sofreu ataques do adversário. Ele disse que ao contrário do que afirma seu adversário durante a campanha, o Estado avançou em várias áreas e está crescendo, apesar da crise econômica.
“Os debates posicionaram o eleitor do conteúdo de cada uma das candidaturas, enquanto a tônica do adversário foi atacar que tudo estava ruim em Mato Grosso do Sul, nós mostramos os avanços e os desafios que ainda temos”, acrescentou.
Já o juiz Odilon (PDT) disse que sente-se vitorioso na política por ter feito um votação com a diferença de 60.888 votos válidos entre ele e Azambuja.

TRAJETÓRIA
O agropecuarista Reinaldo Azambuja assumiu os negócios da família em 1982. Casou-se no ano seguinte com Fátima Silva; tem três filhos: Thiago, Rafael e Rodrigo. Viveu toda a infância e adolescência em Campo Grande. Quando completou a maioridade, mudou-se para Maracaju, no interior do estado.
Pelo PSDB, elegeu-se prefeito de Maracaju em 1996 e reelegeu-se em 2000. Neste período, foi presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul).
Em 2006, elegeu-se deputado estadual. Teve a maior votação da história de Mato Grosso do Sul. Em 2010, elegeu-se deputado federal.
Nas eleições de 2014 concorreu ao cargo de governador. Obteve a segunda colocação no primeiro turno e venceu o pleito no segundo turno, contra o candidato Delcídio do Amaral.

Azambuja vence em 56 cidades; Odilon, em 23

O governador reeleito Reinaldo Azambuja (PSDB) foi o mais votado em 56 dos 79 municípios. O tucano teve a preferência de 70,9% das cidades. Azambuja levou a melhor em Campo Grande (53,11%), em Corumbá (52,01%) e em Ponta Porã (56,46%). Em Japorã, o tucano obteve a sua mais expressiva vitória (78,75%).
Juiz Odilon (PDT)venceu o adversário em 23 municípios – 29,1% do total de cidades. O juiz federal aposentado foi preferido em Dourados (50,54) e Três Lagoas (56,44). Sua maior vantagem perante Azambuja foi em Sonora, com 67,93%.

ABSTENÇÕES
Dos 1.877.020 eleitores sul-mato-grossenses, 427.646 não compareceram às urnas – o equivalente a 22,78% de abstenção. Foram 1.449.374 votos, com 1.293.732 válidos (89,26%), 116.897 nulos (8,07%) e 38.745 brancos (2,67%).

PRESIDENTE
Em Mato Grosso do Sul, Jair Bolsonaro obteve 65,22% dos votos, contra 34,78% de Fernando Haddad.

DA REDAÇÃO
Três Lagoas


Compartilhe esta notícia!
Mostrar mais
Carregar mais em Três Lagoas

Veja também

Papai Noel se apresenta hoje em Três Lagoas

Compartilhe esta notícia!MARIANE MARTINS – TRÊS LAGOAS Depois de conhecer as belezas…