QUEDA - Diretora da Vigilância de Lins, Mariana Batelochi, diz que vacinação diminuiu mortes por covid

Diretora da Vigilância diz que mortes de idosos por covid caíram 90% após ciclo da vacinação

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – LINS

Após o município de Lins divulgar, nos últimos dias, a morte de dois pacientes por covid-19 que já haviam tomado as duas doses da vacina contra a doença, a diretoria da vigilância epidemiológica de Lins, Mariana Batelochi, afirmou que as três vacinas que estão sendo aplicadas no município – CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer – são eficazes contra a doença, porém, nenhuma vacina dá 100% de segurança.

“A vacina reduz a mortalidade, a hospitalização e a chance de pegar o vírus, mas ela não é 100%. Não é só a vacina contra a covid, mas qualquer outra do calendário vacinal”, explicou Mariana Batelochi.

De acordo com ela, em março, quando houve pico da pandemia no município, 86 pessoas faleceram por complicações da covid-19. Destes, 50 estavam na faixa etária acima de 60 anos, que ainda estava recebendo a primeira dose dos imunizantes.

Já neste mês, as mortes de pessoas acima de 60 anos em Lins ficaram abaixo de 10, sendo que a maioria delas eram pessoas que não haviam tomado as duas doses da vacina.

“Se fizermos um comparativo do início da campanha de vacinação até hoje, tivemos uma redução de 90% no número de óbitos na população acima de 60 anos”, informou a diretora da vigilância epidemiológica de Lins.

Mortes

Na última terça-feira (22), o município de Lins divulgou a morte de um homem de 74 anos que já havia tomado as duas doses do imunizante contra a covid-19. Ele faleceu por complicações da doença.

O outro caso confirmado recentemente foi de uma mulher de 79 anos. Ela também já havia tomado as duas doses da vacina e morreu com diagnóstico de covid-19 no último sábado (19).

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Ruas de bairros da zona oeste de Lins recebem serviço de tapa buraco

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – LINS Três ruas de três bairros próximos foram contempladas com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *