CidadesLinsPlantão Policial

Mesmo com apoio aéreo, polícia não encontra aposentado desaparecido

WILLIAM ABDALLA – LINS

Na tarde desta sexta-feira (5) após solicitação do capitão Márcio Costa, comandante da 1ª companhia do 44º BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior), o helicóptero Águia da Polícia Militar, de Bauru, se deslocou até a Lins para auxiliar nas buscas pelo aposentado Aurélio Crubilatti, de 75 anos, desaparecido há uma semana. A equipe do helicóptero Águia 11 foi composta pelos policiais militares capitão Thomassian, tenente Aguiar e cabos Oliveira, Adilson e Braga.
A aeronave que sobrevoou os canaviais nas proximidades do bairro Taquarussu, na zona rural de Lins, contou com o apoio da viatura composta pelo capitão Márcio Costa e sargento Trombini, onde as equipes se comunicaram o tempo todo, trocando informações de possíveis locais onde o idoso poderia ter passado.
Após muito empenho das equipes e do helicóptero que sobrevoou a extensa área, o aposentado não foi localizado.

RELEMBRE O CASO
O aposentado Aurélio Crubilatti, de 75 anos, desapareceu na tarde de sábado (29), por volta das 16h, em Lins. Ele vestia calça preta, blusa clara e chinelo. Familiares, amigos e policiais fizeram diversas buscas, porém, até o momento ele não foi localizado.
Até um cão farejador foi utilizado na tentativa de localização do idoso, mas sem sucesso.
Ele reside em um sítio no bairro do Taquarussu (zona rural de Lins). Segundo informações da família, Aurélio sofre do mal de Alzheimer e provavelmente pegou carona para vir da zona rural até a cidade ou se perdeu em algum canavial nas proximidades do sítio.
A família está oferecendo recompensa para quem encontrar o idoso.
Quem tiver informações, ligar para: (14) 99782-9616 ou avisar imediatamente a polícia.

b3 ÁGUIA.jpg

 

Comment here