10.7 C
Araçatuba
quinta-feira, maio 19, 2022

FEA LANÇA DOIS PROGRAMAS DE BOLSAS CUSTEADAS PELO MEC

A Faculdade da Fundação Educacional Araçatuba (FAC-FEA) lançou nesta semana dois programas de bolsa para estudantes do curso de pedagogia, custeados pelo Ministério da Educação. No total 48 acadêmicos serão beneficiados e poderão estudar com as bolsas custeadas pelo programa Federal, além de outros 12 voluntários. A FAC-FEA é a única faculdade na região que conseguiu credenciamentos nos programas, e o número de vagas foi o mesmo conquistado por instituições como a Universidade de São Paulo (USP).

A coordenadora do curso de pedagogia da FAC-FEA, Márcia Elaine Catarin Vignoto, explica que o credenciamento da faculdade para implantação destes dois novos programas é uma importante conquista para um curso atuante e envolvido com questões sociais e gestores preocupados em garantir ao máximo a possibilidade de estudo a todas as pessoas que desejam frequentar o ensino superior, mas que por razões financeiras este sonho se torne distante.

A FAC-FEA está há cinco anos no grupo de excelência das faculdades do país, com nota 4 no IGC (índice Geral de Cursos). A bolsa estudantil é uma ação contínua da gestão da faculdade, o que faz com que a instituição superasse inúmeros desafios e conquistasse o direito de oferecer essas 48 bolsas pelo Governo Federal.

Um dos programas é o Pibid (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência), que oferece bolsas de iniciação à docência aos alunos de cursos presenciais que se dediquem ao estágio nas escolas públicas e que, quando graduados, se comprometam com o exercício do magistério na rede pública.

O outro programa que será oferecido pela FAC-FEA é o de Residência Pedagógica, uma das ações que integram a Política Nacional de Formação de Professores e tem por objetivo induzir o aperfeiçoamento do estágio curricular supervisionado nos cursos de licenciatura, promovendo a imersão do licenciando na escola de educação básica, a partir da segunda metade de seu curso.

Essa imersão contempla, entre outras atividades, regência de sala de aula e intervenção pedagógica, acompanhadas por um professor da escola com experiência na área de ensino do licenciando e orientada por um docente da sua Instituição Formadora.

A Residência Pedagógica, articulada aos demais programas da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) compõem a Política Nacional, tem como premissas básicas o entendimento de que a formação de professores nos cursos de licenciatura deve assegurar aos seus egressos, habilidades e competências que lhes permitam realizar um ensino de qualidade nas escolas de educação básica.

Da Redação

Ultimas Noticias