Mesmo com comércio fechado, calçadão teve movimento DIEGO FERNANDES

Essenciais, ambulantes e lojas de rede deixam calçadão movimentado no primeiro dia da fase vermelha

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

O primeiro dia de comércio fechado em Araçatuba ainda registrou movimento no calçadão, principal ponto comercial da cidade. Como alguns estabelecimentos considerados essenciais seguiram abertos e outros formavam filas para pagamento de crediário, o número de pessoas no local era maior do que o observado em outras oportunidades em que o atendimento presencial das lojas também estava proibido.

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL esteve no calçadão pouco antes das 10h deste sábado e observou que muitos vendedores ambulantes seguiram com o seu trabalho, aproveitando o movimento do final de semana. Meias, cintos, máscaras e cartelas de jogos poderiam ser adquiridas por quem passou pelo local na manhã de ontem.

No calçadão da Marechal, formaram-se três filas, a mais longa delas em uma loja de roupas e tecidos, que organizou os clientes com distanciamento através de marcações no chão e posicionou dois caixas para recebimento na porta do estabelecimento, evitando assim que os consumidores entrassem no ambiente fechado da loja.

Em outro estabelecimento, localizado na esquina com a Praça Rui Barbosa, ocorria a mesma coisa, mas a fila era menor, e os clientes podiam entrar um por vez no interior da loja para efetuar seu pagamento. Foram disponibilizados totens de atendimento eletrônico em frente ao local.

Já uma loja de eletrodomésticos famosa do local manteve suas portas fechadas enquanto atendia os consumidores, sendo que apenas um podia entrar a cada vez. O atendimento, no caso, também era pagamento de carnês. Os demais ficavam aguardando do lado de fora.

Apenas uma das lanchonetes do local abriu suas portas e estava atendendo as pessoas para a retirada dos alimentos. Os demais estabelecimentos estavam de portas fechadas.

Já os serviços essenciais como óticas e lojas de celulares registravam um grande movimento no interior de seus prédios. Os locais mantinham, porém, o álcool em gel disponível e todos que entravam estavam utilizando máscaras, bem como nos demais locais.

No calçadão da Princesa, apenas uma fila se formou na manhã de ontem, em uma casa lotérica localizada no espaço. Por ser o dia seguinte ao recebimento, muitos aproveitaram o sábado para deixar as contas em dia.

A maioria dos que passavam pelo principal centro de compras à céu aberto de Araçatuba estavam utilizando máscaras, apenas algumas crianças e adolescentes, que brincavam e conversavam no local, estavam se arriscando a ficar sem o utensílio, preconizado pelos órgãos de saúde para evitar o contágio da covid-19.

Com relação ao estacionamento, por ser o primeiro dos dias da fase vermelha sem cobrança da Arapark pelo serviço de zona azul, não era tão simples encontrar uma vaga para veículos grandes. Para quem quisesse andar pelo calçadão tinha que deixar o carro pelo menos em frente à agência da Caixa Econômica Federal, já que os espaços no entorno do local estavam todos ocupados.

Proibição

Atualmente, de acordo com as regras do plano, podem funcionar na fase vermelha apenas os supermercados, farmácias, postos de combustíveis, lojas de conveniência, bancas de jornal, padarias, agências bancárias, casas lotéricas, serviços de saúde e segurança, construção civil, lavanderias, hotéis e transporte público.

O comércio em geral, bem como os bares e restaurantes, só poderão atender no modo delivery e drive thru. Academias, salões de beleza, cinemas, teatros, shoppings, lojas de rua, concessionárias, escritórios e parques deverão ficar totalmente fechados ao público, de acordo com o plano.

Já o toque de restrição segue em vigor no estado, mas teve o seu período ampliado e começará três horas mais cedo. A partir de sábado, todos os dias, das 20h às 5h, a recomendação é para circulação restrita em vias públicas e fiscalização ampliada até as 5h.

Estabelecimentos comerciais que descumprirem a quarentena mais rígida estarão sujeitos à multa e à interdição do estabelecimento, que pode ir de 30 dias até à cassação do alvará de funcionamento em caso de reincidências contínuas. A fiscalização também observará pessoas que estiveram circulando nas ruas após às 20h, que também correm o risco de autuação.

 

CUIDADOS – Alguns estabelecimentos funcionaram seguindo os protocolos determinados
DIEGO FERNANDES
OCASIÃO – Ambulantes aproveitam o movimento do calçadão de Araçatuba
DIEGO FERNANDES

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Judoca Araçatubense se classifica para os Jogos Escolares Brasileiros

Compartilhe esta notícia!DAVID PRATES – Araçatuba Com apenas 14 anos, a judoca multicampeã araçatubense Sofia …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *