Home Cidades Araçatuba Andradina e Castilho batem recorde no consumo de água e diretor dá dicas para evitar racionamento

Andradina e Castilho batem recorde no consumo de água e diretor dá dicas para evitar racionamento

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ANDRADINA

O município de Andradina bateu o recordo do consumo de água dos últimos 10 anos. De acordo com dados da Águas Andradina, empresa concessionária do serviço de água e esgoto no município, o consumo aumentou em quase 42 milhões de litros de água entre janeiro e setembro de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Quase 30% desta alta foi registrada no mês passado. Na comparação mensal, setembro deste ano teve uma alta de quase 12 milhões de litros de água em relação a agosto.

Para o diretor de negócios da Águas Andradina, Antônio Hércules Neto, o calor e a falta de chuvas contribuíram para o aumento no consumo.

“A situação no estado de São Paulo todo está crítica, muito municípios já adotaram o sistema de rodízio de água. É um período crítico em todo o estado. O calor, a falta de chuvas, e as queimadas, contribuem para o aumento do consumo”, afirmou em entrevista ao SRC.

Em Castilho, também foi registrado aumento no consumo de água. A empresa Águas Castilho, comandada pelo mesmo grupo empresarial, apresentou um aumento de quase 10 milhões de litros no consumo de água nos últimos 30 dias.

Por causa disso, Antônio Hércules Neto deu algumas dicas à população das duas cidades para diminuir o consumo de água e manter o abastecimento normalizado nos dois locais.

“Tomar banho rápido, desligar o chuveiro enquanto está se ensaboando, desligar a torneira quando está escovando o dente, deixar para lavar os carros e a calçada em um outro momento. Prestar atenção em vazamentos dentro de casa, fechar bem as torneiras, são dicas importantes para ajudar a diminuir o consumo”, elencou.

Segundo o diretor de negócios das empresas, estão sendo feitos investimentos para que o abastecimento da população permaneça normalizado.

“Para manter o fornecimento de água nos bairros, a gente intensificou as nossas rotinas operacionais, a gente intensificou o monitoramento do controle de abastecimento, reforçamos nossas rotinas operacionais, de modo a atender a população com bastante agilidade. Nas últimas semanas, por exemplo, a gente investiu em redes de distribuição no Altos dos Ipês e no Jardim Europa, em Andradina. Durante as manutenções a gente sempre disponibiliza caminhões pipa para a população para atender com agilidade”, explicou.

Apesar disso, Antônio Hércules Neto acredita que, se não houver colaboração da população, não está descartada a possibilidade de racionamento de água nos dois municípios.

“Consumir água de maneira consciente sempre foi importante, mas agora é fundamental. Se não tivermos a queda no consumo, o rodízio não deve ser descartado. Mas a gente tem confiança que se houver uma mudança de hábito, vamos conseguir superar essa fase crítica com o abastecimento dentro da normalidade”, concluiu.

O diretor de negócio lembrou ainda que os moradores de Andradina e Castilho, caso notem alguma situação atípica, como vazamentos na rua, ou problemas no fornecimento de água, deve entrar em contato com os canais digitais da empresa para que haja a solução do problema.


Compartilhe esta notícia!