Home Cidades Araçatuba Entidades da região esperam aumento de até 5% nas vendas para o dia das crianças

Entidades da região esperam aumento de até 5% nas vendas para o dia das crianças

9 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

A semana comercial em Araçatuba começou com boas expectativas por causa da próxima data festiva que ocorre na próxima segunda-feira, o dia das crianças. Comemorado no feriado de Nossa Senhora Aparecida, no dia 12 de outubro, por ser uma segunda-feira, praticamente os pais, tios e avós terão apenas até o final desta semana para comprar os presentes relacionados à data.

E mesmo com a pandemia do novo coronavírus, segundo as entidades consultadas pela reportagem, a esperança é de aumento de até 5% nas vendas, em relação ao ano passado, por parte dos lojistas do setor, principalmente os de brinquedos e calçados.

O índice otimista até surpreendeu o presidente do Sincomércio, o Sindicato do Comércio Varejista de Araçatuba, Gener Silva. Segundo ele, os estudos indicavam que o aumento poderia ser de até 3%, porém em Araçatuba, os empresários e gerentes de lojas parecem estar mais otimistas.

“Conversei com alguns gerentes de lojas aqui da própria cidade de Araçatuba e nós tínhamos feito uma estimativa de 3%, baseado nas estatísticas que eu recebo né, de órgãos especializados. Mas eu fiquei surpreso de perceber que os gerentes de lojas de brinquedos aqui, eles consideram um aumento de até 5% em relação ao ano passado”, afirmou Gener Silva.

Para ele, a aproximação familiar causada pela pandemia deve fazer com que este consumo seja alto durante esta semana, pensando no dia das crianças.

“Tem uma explicação, essa pandemia trouxe uma união familiar tão forte em que todos estão se interagindo. Então, nesta pandemia, já houve muita compra de brinquedos, inclusive uma das maiores indústrias de brinquedos do Brasil, ela computou mais de 100% de aumento de vendas da indústria no atacado. Isso significa que todos compravam presentes para que interagissem dentro de casa, exatamente por causa da pandemia, que não podia sair”, explicou.

Por fim, o presidente do Sincomércio ainda aposta na vontade do consumidor de Araçatuba de ir às compras. Segundo ele, parte da população ainda está com muito desejo de consumir por causa do tempo em que as lojas ficaram fechadas na quarentena.

“Por estarmos na fase amarela, as pessoas estão ávidas de se comunicar, de interagir, as pessoas querem, uma boa parte quer consumir, claro, dependendo da capacidade do bolso de cada um. Quem tem bastante, consome bastante, quem tem pouco consome pouco”, concluiu Gener Silva.

Calçados

Além das lojas especializadas em brinquedos, as indústrias calçadistas de Birigui que trabalham com produtos infantis também estavam aguardando ansiosamente a data. O movimento deste período será uma das formas de recuperar as perdas que o setor teve durante a quarentena.

Para o diretor do SINBI, o Sindicato das Indústrias do Calçado e do Vestuário de Birigui, Samir Nakad, também nas fábricas e lojas de calçado infantil a expectativa de crescimento nas vendas é de 5% em relação aos períodos normais.

“O que está acontecendo é uma expectativa principalmente por parte das indústrias que vendem o calçado e, como brinde, brinquedos. Nós temos muitas empresas que fornecem o calçado e, dentro da caixinha, vai um brinquedo pra criança. Essas empresas, principalmente, estão observando que o Dia das Crianças deve representar, pelo menos, 5% a mais do que o movimento normal”, explicou.

A esperança é de giro na produção. Com o consumidor final comprando, os lojistas aumentas as encomendas, e a indústria, consequentemente, produz mais, o que já estão gerando empregos e aumento da renda do setor.

“Então esta é uma boa expectativa, esperamos realmente que os lojistas vendam bem, para que eles possam comprar bem e com isso a cadeia girar”, concluiu Samir Nakad.

Maioria deve comprar

Uma pesquisa realizada pela CNDL, a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas, mostrou que 72% dos consumidores devem fazer compras relacionadas ao dia das crianças nas principais capitais do país. Este percentual é exatamente o mesmo observado em uma pesquisa da mesma entidade feita em 2019.

O seguimento de roupas e calçados lidera a intenção de compras para o dia das crianças, com 38%. O varejo deve movimentar R$ 10,87 bilhões até o final da semana.

Além de roupas e calçados, brinquedos como bonecos e bonecas representam 33% das intenções de compra dos brasileiros. Jogos de tabuleiro e educativos aparecem na terceira posição com 28%.

Na opinião dos entrevistados da pesquisa, os fatores que mais pesam na hora de escolher onde realizar as compras do Dia das Crianças são preço (52%), promoções e descontos (41%), qualidade (31%) e procedimentos de segurança com relação ao coronavírus (26%).

A pesquisa ouviu 843 consumidores, nas 27 capitais brasileiras, entre os dias 01 e 08 de setembro.

BONECOS – Dentre os brinquedos, os bonecos e bonecas devem estar entre os mais procurados por consumidores

Compartilhe esta notícia!