Home Cidades Araçatuba Araçatuba deve atingir máxima de 42ºC na quinta-feira e pode chegar a 43 graus no dia 7

Araçatuba deve atingir máxima de 42ºC na quinta-feira e pode chegar a 43 graus no dia 7

7 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

O mês de outubro deve começar com calor intenso e variação de temperatura de quase 20ºC em Araçatuba. Para quinta-feira (1) e sexta-feira (2), a previsão é que a cidade atinja a máxima de 42ºC, o que será a temperatura mais alta do ano, até aqui, de acordo com o Climatempo. A região está entre as mais quntes do país.

Nestes dois dias a variação de temperatura será alta. A mínima da quinta-feira está prevista em 23ºC, uma variação de 19ºC; enquanto na sexta-feira esta variação ficará ainda maior, com a mínima sendo de 22ºC.

Para todos os dias da semana a temperatura máxima deverá atingir ou ultrapassar os 40ºC, com essa máxima baixando para 39ºC no sábado e no domingo. Para a próxima semana, há a previsão de que a temperatura máxima na cidade atinja os 43ºC no dia 7.

Mesmo a chuva que caiu em cidades da região, como Araçatuba, Birigui e Valparaíso, de forma rápida na noite de domingo, e que seguiu em alguns períodos da tarde desta segunda-feira, não foi suficiente para amenizar o forte calor. Os termômetros em Araçatuba chegaram a marcar mais de 39ºC nesta segunda.

De acordo com a MetSul Meteorologia, há a possibilidade de, ao longo da semana, serem quebrados recordes absolutos de temperatura máxima em várias cidades do Centro-Sul do Brasil, incluindo a região.

Um trecho do alerta emitido pela MetSul afirma que “Trata-se de uma gigante bolha de ar quente, uma cúpula de calor ou “heat dome” em Inglês, em que uma área de alta pressão em altitude gera movimentos de subsidência (descendente) na atmosfera com calor extremo e tempo muito seco. A forte estiagem com baixa disponibilidade de umidade no solo acaba agravando a situação e cria-se um mecanismo de feedback em que o tempo seco agrava o calor e o calor agrava o tempo seco, gerando ainda maior evapotranspiração. Será um evento extraordinário de calor”, diz o texto de alerta.

Mais quente do estado

A cidade de Valparaíso, localizada a 40km de Araçatuba, registrou a temperatura máxima mais alta do último final de semana no estado de São Paulo. De acordo com informações divulgadas pelo Climatempo, o município de pouco mais de 26 mil habitantes foi o mais quente do estado no sábado, com temperatura máxima de 40,4 ºC, e de 40,8 ºC no domingo. O portal do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apontoiu Valparaíso como a terceira mais quente do país, ficando atrás apenas de Cruzeiro do Sul (Acre), que chegou a 41,3 e Nova Maringá (Mato Grosso), com 40,9.

Todas as cinco cidades mais quentes do estado no sábado e no domingo fazem parte da área de cobertura do SRC. No sábado, a segunda maior temperatura foi registrada em Votuporanga, na região de São José do Rio Preto, com máxima de 40ºC. Em Dracena foi registrada a máxima de 39,4ºC, seguida por Lins, com 39ºC, e Jales com 38,9ºC.

Já no domingo, a cidade de Barretos ocupou a segunda posição dentre as mais quentes com 40,3 ºC, com Lins em terceiro lugar com 39,8ºC, Votuporanga em quarto com 39,3ºC e Dracena em seguida com 39,2º.

Dicas

De acordo com especialistas, o mais importante para o corpo humano sobreviver bem às altas temperaturas é manter-se hidratado.

Uma forma importante de manter o corpo hidratado é ingerir alimentos que contenham muito líquido, além de carboidratos, que ajudam o corpo na absorção de líquido. Frutas como melão, tomate, morango, pepino, além de outras como limão e laranja, das quais são mais comuns o consumo dos seus sucos, podem auxiliar na hidratação.

Para quem pratica atividades físicas, é fundamental a ingestão de líquidos antes, durante e depois dos exercícios realizados, por causa da transpiração, comum durante as atividades e que pode causar desidratação. A preferência é sempre pela água, mas sucos de frutas também são recomendados.


Compartilhe esta notícia!