Home Cidades Araçatuba Equipes do SRC entregam mais cestas básicas da Campanha DoAção Solidária nas zonas Norte e Sul de Araçatuba

Equipes do SRC entregam mais cestas básicas da Campanha DoAção Solidária nas zonas Norte e Sul de Araçatuba

8 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

A segunda-feira (21) foi mais um dia de entrega das cestas básicas da campanha DoAção Solidária, idealizada pelos clubes de antigomobilismo Koca Kombi Clube e Antigos S/A. Com apoio do Rotary Club Araçatuba Leste, e do Shopping Praça, as equipes da Clube FM e da Jovem Pan Araçatuba, em parceria com o jornal O LIBERAL REGIONAL, foram pessoalmente às casas de mais quatro moradores que se cadastraram ligando para a emissora.

As cestas contém produtos básicos como arroz, feijão, óleo, macarrão, café, dentre outros produtos alimentícios, além de alguns produtos de limpeza. As famílias beneficiadas estão sendo aquelas que perderam o emprego graças à pandemia.

As entregas contemplaram, neste terceiro dia, mais moradores dos bairros Atlântico 1 e 2, na zona norte de Araçatuba, além de uma moradora do Lago Azul, na zona sul da cidade.

O primeiro a ser contemplado foi o chapeiro Marcelo Tristão de Souza, morador do Atlântico 1, que contou à reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL que perdeu o trabalho em um restaurante quando começou a pandemia e logo depois seguiu desempregado, como está até o presente momento.

“Eu trabalhava em um restaurante, aí o restaurante teve que ficar fechado, aí estou parado desde o comecinho da pandemia. Eu era chapeiro, fazia lanches e trabalhava na cozinha também. Não consegui mais arranjar trabalho”, disse ao receber as cestas da equipe do SRC. Ele afirma que a doação chegou em boa hora. “Nós moramos em quatro pessoas e só uma está trabalhando, que é o meu pai. Vai ajudar bastante, estou feliz, graças a Deus”, completou.

No mesmo bairro mora a faxineira Silvana Gonçalves de Azevedo, que conta que a sua principal dificuldade durante a pandemia está sendo para a compra de alimentos básicos para sua casa.

“A comida foi a principal dificuldade porque eu moro sozinha, não dependo de ninguém, só eu e Deus, então eu só liguei porque eu estou precisando, é a comida”, disse Silvana, que ainda confirmou que perdeu seu emprego quando a pandemia começou. “Por causa desse negócio eu saí da prefeitura né, dispensaram todo mundo. Eu trabalhava na prefeitura, eu faço faxinas de R$ 30, R$ 40, tem vezes que eu passo sufoco. Meus vizinhos me ajudam, me dão um pacote de arroz, uns me dão um pó de café, eu fico trancada aqui em casa, só saio pra fazer faxinas”, disse, que comenta que as cestas serão utilizadas por um bom tempo. “Nossa, vai ajudar muito e vai demorar pra acabar, hein. Eu agradeço vocês da rádio, vai me ajudar muito. Umas quatro semanas vai dar”, completou.

Já no bairro Atlântico 2, a calçadista Rosemeire dos Santos, que afirmou estar com dificuldades de se recolocar no mercado de trabalho por causa da idade, ficou muito feliz com as cestas básicas recebidas e afirmou que, com elas, terá mais condições de pagar as contas de sua casa.

“A gente paga essa casinha, paga água, luz, então a dificuldade foi muita. A pandemia dificultou mais ainda. Eu entreguei mais de 300 currículos e não adiantou, ninguém deu oportunidade, até por causa da minha idade, que já está avançada, estou com 50 anos. Então dificulta mais ainda”, afirmou Rosemeire comentando sobre a dificuldade para encontrar trabalho. “Vai ajudar muito, ao invés de eu comprar uma cesta básica ou fazer uma compra do mês, já vai facilitar, vai ser o dinheiro que vou pagar uma conta de água, uma conta de luz”, disse à reportagem.

Já no bairro Lago Azul, do outro lado da cidade, a dona de casa Maria Luiza de Brito, que mora sozinha, afirmou que seus bicos como faxineira diminuíram drasticamente e ela chegou a contar com a ajuda do irmão para sobreviver.

“Eu fazia bico, vários no Nova York, consegui fazer minha varanda. Fazia faxina, passava roupa, aparecia bastante trabalho, mas agora não”, disse Maria, que agradeceu às equipes da Clube FM e da Jovem Pan Araçatuba pelas doações.

Na semana passada, outras nove famílias haviam sido contempladas com as doações em alguns bairros de Araçatuba.

Doações seguem

Nos próximos dias, mais famílias cadastradas irão receber as doações. Para quem perdeu o emprego durante a pandemia e estiver necessitando, basta ligar no telefone da Clube FM e Jovem Pan Araçatuba, (18) 2103-5050, e deixar nome, endereço e motivo pelo qual está fazendo o pedido pela doação. A campanha DoAção Solidária segue até outubro.


Compartilhe esta notícia!