Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

O vereador com maior votação em Araçatuba – 8.341 votos –  Cido Saraiva (MDB) vai concorrer pela primeira vez ao cargo de prefeito do município. O nome foi homologado na noite de terça-feira (15), durante a convenção do partido.  Durante a convenção, também foi definido o nome da dentista Jacqueline Jacomossi, também do MDB, para ser a candidata a vice-prefeita.

Além de prefeito e vice, o MDB lançou o nome de 23 candidatos a vereadores. Outros cinco partidos estão na coligação “Araçatuba pra fazer bem feito”. São eles: Avante, Patriotas, PMN, Solidariedade e Movimento 65.

Durante a convenção, Cido Saraiva falou da sua trajetória e dos ataques que vem sofrendo. “Vou enfrentar tudo de cabeça erguida porque tenho uma família que me dá o necessário apoio”, disse o agora candidato a prefeito. Cido relembrou as dificuldades pelas quais passou e que o motivaram a desenvolver importantes serviços sociais.  Ele reafirmou que o seu governo terá este olhar social. Foi enfático ao dizer sobre a construção de casas populares. “Esse governo que aí está não trouxe nenhuma casa de João de Barro”, disse o candidato emedebista.

Para Cido Saraiva, é preciso investir para gerar postos de trabalho, mas ter atenção especial com expressiva parcela da sociedade que precisa do poder público.

 

Trajetória

Cido Saraiva tem forte trabalho social na cidade e fora de Araçatuba também. Ele mantém, com recursos próprios, duas casas de apoio, em Barretos e Jales, para atender pessoas que fazem tratamento contra o câncer naquelas cidades.

Essas casas recebem, todos os anos, milhares de pessoas de Araçatuba, região e até de outros estados. Nas casas, os pacientes podem se hospedar durante o tempo necessário para o tratamento.

Em Araçatuba, Cido Saraiva também mantém uma casa de fisioterapia com estrutura ampla, equipamentos modernos e profissionais qualificados.

Na casa de Fisioterapia, existe o projeto Grupo de Mama, para dar suporte e atendimento fisioterápico às mulheres que passaram e/ou passam por esse tratamento. Em alguns casos, devido à retirada de tecidos das axilas, a paciente perde parcialmente o movimento do braço, daí a necessidade do atendimento.


Compartilhe esta notícia!