Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Na última terça-feira (15), as equipes da Clube FM e da Jovem Pan Araçatuba deram sequência às entregas das cestas básicas da campanha DoAção Solidária. As famílias que ligaram no telefone das emissoras do SRC em Araçatuba, o (18) 2103-5050 e se enquadram no requisito de perda de emprego durante a pandemia, estão sendo beneficiadas.

A campanha DoAção Solidária foi idealizada pelos clubes de antigomobilismo Koca Kombi Clube e Antigos S/A, com apoio do Rotary Club Araçatuba Leste, Shopping Praça Nova, além da Clube FM, Jovem Pan Araçatuba e jornal O LIBERAL REGIONAL.

Foram doadas cestas básicas contendo alimentos como arroz, feijão, macarrão, óleo de soja, açúcar, sal, café, dentre outros não perecíveis. Os alimentos estão sendo arrecadados pelos organizadores com ajuda de doações da população.

A segunda remessa de doações foi entregue em três bairros. O primeiro deles foi o Alvorada. A caminhonete da Clube FM parou na rua Clóvis Bevolacqua, onde mora o motorista Jean Carlo Lemes Garcia. Colombiano de nascimento, Jean está há 6 anos no Brasil e afirmou que o fechamento do comércio prejudicou a sua procura por emprego.

“Você não tinha como procurar um emprego, estava tudo fechado, e se não era fechado funcionava por horas. Aí sempre pediam experiência e como eu sou estrangeiro, a experiência que eu tenho é em outro país e não aqui no Brasil” disse Jean, que afirmou que era motorista na casa de idosos, mas foi dispensado por conta da pandemia. “Eu antes era motorista de uma casa de um idoso, mas por causa da pandemia e como sou hipertenso fiquei com medo de passar doença para eles ou ficar doente. Aí os filhos pediram pra eu sair”, explicou.

Jean Carlo agradeceu e afirmou que os alimentos chegaram em boa hora, principalmente pela dificuldade em comprá-los pelo aumento nos preços. “Nossa, vai ajudar muito, os alimentos estão ficando caros, você vai ao mercado um óleo é 5 reais, e se eu faço um bico em um dia de 20 ou 25 reais não dá para comprar arroz, feijão e óleo, ia ficar fazendo falta. Mas graças a vocês, vai fazer muito bem pra mim”, completou.

Logo depois, a professora de matemática Ana Maura Ribeiro Leite, moradora na rua São Sebastião, no bairro TV, foi a segunda beneficiada. Ela afirmou que tanto ela quanto o marido ficaram sem trabalho com o agravamento da crise de saúde público do país.

“Ficamos os dois desempregados, com duas crianças em casa, e infelizmente começam a comer mais, mas graças a Deus, na medida do possível estamos sobrevivendo. A falta do emprego com a pandemia atrapalhou bastante”, disse. Ela também disse que a doação vai ajudar muito por causa dos preços dos alimentos. “A doação vai ajudar bastante a gente porque a cesta básica hoje a gente sabe o valor que está, um absurdo. A gente ganhando a cesta básica, a gente já compra uma mistura, produtos de limpeza. Estou muito feliz, Deus não desampara a gente”, completou.

Outras três doações de cestas básicas foram feitas no Jardim Atlântico 1. A auxiliar de limpeza Rosemeire Carneiro de Oliveira, moradora da rua José Cinti Neto, comentou sobre a dificuldade em arrumar emprego.

“Mando currículo pra todo lugar, não arrumo serviço, tenho duas filhas, tenho meu filho que está internado também e os meus netos estão aqui comigo. Eu trabalho de auxiliar de limpeza. Eu trabalhava na prefeitura na limpeza, aí mudou de firma e eu fiquei desempregada”, comentou antes de ficar agradecida pelas cestas recebidas.

A faxineira Bruna Cândido Domingues, da rua José Feliciano Pereira, também comentou que seu trabalho praticamente zerou após a quarentena.

“Como eu faço faxina, as pessoas deram uma parada com medo e foi isso. Acabei perdendo os trabalhos que eu tinha.

Vai ajudar porque aumentou o preço da comida e eu tenho dois filhos também”, explicou Bruna sobre o motivo de a doação ter sido tão importante.

Já a dona de casa Rafaela Gonçalves de Oliveira, da rua José Trevisan Barcelar, comentou que seu marido trabalhava como servente de pedreiro e perdeu o emprego. Para ela, as cestas irão ajudar no sustento deles e dos dois filhos.

“Eu sou do lar mesmo, mas o meu esposo trabalha como servente, acabou parando. Vai ajudar bastante, bastante mesmo”, agradeceu.

Doações seguem

Nos próximos dias, mais famílias cadastradas irão receber as doações. Para quem perdeu o emprego durante a pandemia e estiver necessitando, basta ligar no telefone da Clube FM e Jovem Pan Araçatuba, (18) 2103-5050, e deixar nome, endereço e motivo pelo qual está fazendo o pedido pela doação. A campanha DoAção Solidária segue até outubro.


Compartilhe esta notícia!