Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

As equipes da Clube FM 96,3 e da Jovem Pan 104,3, de Araçatuba, começaram ontem a distribuição das cestas básicas da campanha DoAção Solidária. Os trabalhos são coordenados pelos clubes de antigomobilismo Koca Kombi Clube e Antigos S/A, e, desde o início, contam com apoio das emissoras do SRC e do jornal O LIBERAL REGIONAL, além do Rotary Club Araçatuba Leste.

Desde o mês de agosto, as pessoas estão se inscrevendo através do telefone (18) 2103-5050. Estão sendo entregues kits com produtos como alimentos e higiene pessoal a famílias carentes da cidade que perderam o emprego por conta da pandemia de covid-19. A campanha segue até o mês de outubro.

O primeiro dia de entregas foi nesta segunda-feira (14) no bairro Atlântico 2, em Araçatuba. Quatro moradoras do local receberam suas cestas básicas e ficaram muito agradecidas pela doação.

As entregas começaram na rua Corretor Carlos Loureiro, onde duas mães de famílias receberam os produtos doados. A dona de casa Marcela Cândido Félix, que possui duas filhas e dois sobrinhos, além do marido, morando na casa, afirmou que seu companheiro trabalhava como pedreiro, mas perdeu o trabalho por conta da pandemia.

“Meu marido ficou desempregado, eu já não trabalhava mesmo, é só ele, e aí ele perdeu o serviço também e ele ficou desempregado. Ele é pedreiro, construtor”, afirmou. “Vai ajudar muito, muito mesmo. Estou muito feliz e muito agradecida também”, finalizou agradecendo à equipe do SRC e aos organizadores da campanha pela doação.

Próximo à casa de Marcela, a empregada doméstica Daiane Cristina dos Santos cuida sozinha de três filhos e também conta que perdeu o trabalho por conta do período de pandemia.

“Desemprego foi complicado, complicou pra todo mundo. Fiquei desempregada, eu trabalhava de doméstica”, disse. “Vai ajudar bastante, ainda mais eu que tenho crianças”, afirmou Daiane, bastante agradecida.

Já na rua Diogo Francisco Carvalho, a também empregada doméstica Ana Paula Egídio, afirmou que tinha um emprego fixo em uma escola, mas por conta da paralisação das atividades, ela foi dispensada junto com outros vários funcionários do local.

“Eu era doméstica, trabalhava na escola, no Sesi, aí foi todo mundo mandado embora né, por causa da pandemia”, disse. Ana Paula mora com a filha e ficou feliz com a oportunidade de alimentar sua menina com mais dignidade. “Vai ajudar muito, sou eu e minha filha, aí eu tenho que fazer as coisas pra poder dar comida pra ela. Fiquei muito feliz, Deus abençoe todo mundo mesmo”, completou.

Na rua José Feliciano Pereira foi entregue a última cesta básica do dia. Selma Aparecida Felisberto possui seis pessoas em sua família e precisou improvisar um serviço autônomo para suprir a falta de emprego.

“Eu estou desempregada, tenho as crianças, não estou podendo trabalhar, então eu liguei pra ver se vocês me davam uma ajuda. Estava fazendo faxina e aí acabei perdendo o emprego, não posso ir fazer porque as pessoas são de idade, aí me dispensaram”, disse Selma, que agora está fazendo e vendendo gelinhos por R$ 0,50 cada para sobreviver. “Vai ser muito bom pra mim. Agradeço, obrigado, Deus abençoe vocês”, agradeceu.

As entregas das cestas básicas seguem nesta terça-feira. Famílias de pessoas que perderam sua fonte de renda por conta da pandemia e que moram nos bairros Atlântico 1, TV e Alvorada serão contemplados com seus pedidos.


Compartilhe esta notícia!