Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

O cantor araçatubense Brunno Carvalho está lançando o quinto álbum de sua carreira. Intitulado “Blue” em alusão à cor azul do mar, o trabalho foi gravado durante aproximadamente um ano e conta com um repertório bem eclético distribuído nas 17 faixas do disco.

Em toda a sua trajetória, o artista lançou “Quando o Sol Chegar”, “Sem Respirar”, “Lembro” e “Volume 4”, antes de chegar ao trabalho atual, tudo isso em 15 anos.

Em entrevista concedida ao jornal O LIBERAL REGIONAL, o cantor, que tem aumentado sua atuação no litoral norte de São Paulo, onde também mantém residência, afirmou que o seu quinto trabalho resume bem a sua trajetória musical desde que lançou o primeiro álbum, em 2005.

“Blue, azul, tem tudo a ver com o mar, que é onde eu vivo boa parte da minha vida, perto do mar. E é um CD muito especial porque eu lancei agora em 2020, quando faz 15 anos que eu gravei meu primeiro disco. É um CD que a gente ficou mais de 1 ano gravando”, afirmou Brunno Carvalho.

O trabalho conta com várias participações de outros artistas, como a dupla sertaneja Luiz Henrique & Léo, que interpretam junto com Brunno Carvalho a faixa “Madrugada”, a 14ª do álbum. O disco também conta com regravações de sucessos e composições de outros músicos, como por exemplo do cantor Wilson Sideral.

“Eu conto com algumas regravações de pessoas muito importantes, por exemplo, Wilson Sideral, irmão do Rogério Flausino, do Jota Quest, regravei duas músicas dele. Regravei “Coisa de Maluco” que fez sucesso nos anos 90, muito eclético, participações do Luiz Henrique & Léo, Tiago Orlandino, então, é um CD bem bacana, está em todas as plataformas digitais também, quem quiser ouvir. É um CD que resume bem minha trajetória”, afirmou o artista araçatubense, lembrando que as faixas do CD estão disponíveis em plataformas como o Deezer, por exemplo.

Músicas de trabalho

Sendo executada na programação da Clube FM 96,3 em Araçatuba e de todas as emissoras do SRC, a música “Quando Disse Adeus” é a primeira canção de trabalho do disco “Blue”. A música é uma regravação do cantor regional Rogério Freire. Brunno Carvalho conta que Freire foi uma das inspirações para que seguisse carreira musical.

“E ele foi uma referência pra mim, foi quando eu comecei a tocar muito em balada, em festa, então eu sempre quis regravar essa música, então foi um desejo realizado regravar essa música dele”, disse.

A música tem inclusive um clipe, disponível na página de Brunno Carvalho no youtube. Até ontem, o vídeo tinha quase 20 mil visualizações, sem contar os views em outras redes sociais.

“Em todas as plataformas ela já tem mais de 50 mil visualizações. E nas plataformas digitais ela já bateu mais de 50 mil execuções. É um estilo muito diferente do que tá tocando agora. Muita gente fala que lembra “Anna Júlia”, “Esperando na Janela”, ela tem uma pegada também de Jovem Guarda, aquele rock anos 60”, explicou.

Brunno Carvalho prepara a virada de faixa para este mês e revela que a próxima música de trabalho do disco será “Desaprender”, a segunda faixa. Com um estilo bem diferente da primeira, Carvalho afirma que partiu para o estilo reggae nesta música.

“Agora a gente vai virar a faixa para a música “Desaprender” que é um reggae mais praiano, então, é uma música um pouco diferente. Esse mês a gente já vai virar”, afirmou.

Shows

O artista conta que estava chegando a fazer até 20 apresentações por mês no litoral e na capital paulista antes da pandemia e que está em Araçatuba desde março para os trabalhos de finalização do disco e por conta da pandemia, que influiu drasticamente em suas apresentações.

“Eu tenho feito muitos shows agora de uns 6 ou 7 anos pra cá, foi quando as coisas melhoraram muito pra mim, foi quando me identifiquei e me fixei no meu estilo. Esse mês agora estou tocando em festas privadas, agora mês que vem eu pretendo retomar minha vida lá no litoral e São Paulo, até pra ver como estão as coisas por lá para estruturar a agenda pro ano que vem”, informou.

Mesmo não sendo adepto das lives, Brunno Carvalho conta que fez uma em prol do Hospital do Câncer de Barretos, além de ter participado de outras no período de distanciamento social.

“Eu nunca gostei muito de live, até pela proporção que as lives tomaram, um caminho que não era pra tomar no começo. A galera estava se aglomerando muito pra ver uma live, como se fosse um evento, você via stories da galera em volta da piscina e 50 pessoas assistindo no telão a live, quase a mesma coisa que um show”, explica.

Sua apresentação on line que arrecadou recursos para o Hospital do Câncer de Barretos teve uma visualização expressiva e comemorada por Brunno Carvalho.

“Eu fiz algumas participações em algumas transmissões e, como demorou muito pra voltar, eu fiz uma live em prol do Hospital do Câncer de Barretos, fiz em Andradina. Teve um resultado muito bom por eu ser um cantor regional e por ser pop-rock, que é um gênero que rema um pouco contra a maré do mercado musical do nosso país. Então foi um resultado bem legal, somando todos os views de facebook, youtube, todas as redes, bateu uns 15 mil views”, concluiu.


Compartilhe esta notícia!